PM registra sete furtos e roubos em cerca de dez horas

Na maioria dos casos, bandidos levaram os celulares das vítimas. Dois criminosos foram detidos

Por Tribuna

12/08/2017 às 14:45hs - Atualizada 12/08/2017 às 14:45hs

Em um intervalo de dez horas, sete pessoas foram vítimas de furto ou roubo em Juiz de Fora. Por volta das 7h de sexta-feira (11), um homem de 38 anos andava pela Rua Osório de Almeida, próximo ao Cemitério Municipal, quando foi abordado por uma dupla em uma moto, que anunciou o assalto e levou objetos pessoais da vítima. Os autores fugiram. Cerca de 15 minutos depois, outro homem de 45 anos era vítima no Bairro Nova Benfica. Ele estava na Rua Assuene Antônio Ribeiro, caminhando em direção ao trabalho, quando foi abordado por um homem que, de posse de uma arma, anunciou o roubo, levando R$ 400. O suspeito também fugiu.

No Nova Era, por volta das 10h40, uma menina de 15 anos estava esperando ônibus no ponto localizado na Rua Dr. Simeão de Faria, quando percebeu a aproximação de um homem que, portando uma faca, sentou ao seu lado, anunciou o assalto e exigiu a entrega do celular. O homem fugiu e não foi localizado. Em Benfica, a vítima foi uma mulher de 22 anos, que estava, por volta das 11h28, na Rua Antônio Gattas Bara. Segundo ela, um homem colocou a mão embaixo da blusa, anunciou o assalto e roubou o celular. Ele também fugiu.

Às 11h40, a vítima foi um jovem de 19 anos que estava na Avenida Rio Branco, próximo ao número 1250. O rapaz foi abordado por um homem de 27 anos, que roubou seu celular. Nesse caso, o suspeito foi detido durante a fuga e levado à delegacia. Pouco tempo depois, às 13h, uma jovem de 19 anos estava na Rua Luiz André Hagen, no Bairro Fábrica, quando foi abordada por um homem que levou seu celular. O autor também foi localizado e conduzido pela PM. No final do dia, por volta das 19h, uma mulher de 32 anos foi abordada por um homem na Rua Espírito Santo, próximo ao número 626. Segundo ela, o autor encostou uma faca em sua cintura e exigiu o celular. Esse não foi encontrado pela polícia.

O conteúdo continua após o anúncio

 

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia