Trio rouba R$ 32 mil de igreja no Mariano Procópio

Dois suspeitos foram presos pela PM, e parte do dinheiro foi recuperada; um terceiro envolvido conseguiu escapar

Por Tribuna

14/07/2017 às 21:44hs - Atualizada 15/07/2017 às 15:49hs

Três homens roubaram mais de R$ 32 mil de uma igreja evangélica, no Bairro Mariano Procópio, na região Nordeste de Juiz de Fora. O assalto foi registrado na Rua Agassis, por volta das 17h desta sexta-feira (15). Dois suspeitos de 18 e 35 anos foram presos. A polícia chegou até eles através da placa do veículo utilizado na ação criminosa. Um terceiro envolvido continua foragido.

Conforme o registro policial, dois homens adentraram na igreja Evangélica de Confissão Luterana e renderam o presidente do templo, que conversava com o pastor na secretaria. Um deles, armado com revólver, ordenou que eles abrissem o cofre. Mediante ameaças, as vítimas acataram a ordem, e o ladrão colocou R$ 32.220 em uma mochila, além de dois celulares de funcionários. Após a o roubo, a dupla fugiu em um Citroën C4 Pallas que dava cobertura ao crime, conduzido por um terceiro comparsa. O veículo foi abandonado na Avenida Brasil, nas proximidades do Sport Club. Logo depois eles tentaram embarcar em um táxi. No entanto, o motorista negou a corrida, momento que eles teriam fugido a pé sentido ao Centro.

Durante diligência, policiais militares localizaram o C4 e, após consulta no sistema, chegaram ao endereço de um dos suspeitos, já conhecido no meio policial pela prática de diversos delitos. Ele seria morador da Rua Aurora Tristão, no Bairro Bandeirantes. No local, ao perceber a presença de viaturas, o homem mais velho pulou o muro da residência e acessou o telhado vizinho, sendo perseguido pelos militares e capturado. Com ele foram encontradas as chaves do C4 e um simulacro de arma de fogo. No quintal da casa, estavam parte do dinheiro roubado escondido em uma escada, totalizando R$ 10.123, e os dois celulares. Foram apreendidos ainda o boné utilizado por um dos indivíduos e um par de luvas de borracha.

O jovem de 18 anos, que também estava na residência, disse aos policiais que é natural da cidade do Rio de Janeiro e estaria em Juiz de Fora há três dias. Ele teria sido convidado a participar do assalto, durante um encontro na praça do Bairro Bandeirantes, ocorrido na sexta à tarde. O suspeito mais novo relatou também que, após cometerem o crime e diante da negativa do taxista, eles embarcaram em um ônibus com destino à casa do homem de 35 anos, onde repartiriam o valor roubado.

O conteúdo continua após o anúncio

O terceiro envolvido conseguiu escapar. Foram realizadas buscas, mas ele não foi encontrado. Com o suspeito estariam um revólver calibre 32 e os outros R$ 22 mil. O veículo utilizado pelos ladrões foi apreendido e levado para o pátio credenciado. Os presos foram encaminhados para a 1ª Delegacia Regional em Santa Terezinha.

 

 

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia