Após manifestação, metalúrgicos liberam entrada da ArcelorMittal

Atualizado às 16h45 Os manifestantes que impediam a entrada de funcionários da siderúrgica ArcelorMital, na BR-040, desde às 6h desta segunda-feira (20), encerraram o protesto. A decisão foi tomada após o gerente de Recursos Humanos e integrante da direção da ArcelorMittal, Ricardo Schmidt, chamar o presidente do sindicato da categoria, João Cesar da Silva, para uma […]

Por Barbara Landim

20/03/2017 às 09:25hs - Atualizada 20/03/2017 às 16:46hs

Atualizado às 16h45

Os manifestantes que impediam a entrada de funcionários da siderúrgica ArcelorMital, na BR-040, desde às 6h desta segunda-feira (20), encerraram o protesto. A decisão foi tomada após o gerente de Recursos Humanos e integrante da direção da ArcelorMittal, Ricardo Schmidt, chamar o presidente do sindicato da categoria, João Cesar da Silva, para uma reunião.

Os trabalhadores cobram o reajuste salarial que, segundo a assessora do Sindicato dos Metalúrgicos, Mônica Cury, deveria ter sido dado em outubro, data-base da categoria. De acordo com ela, não houve acordo na reunião realizada, na última sexta-feira (18), com os diretores da empresa.

Os metalúrgicos reivindicam 9,15% de reajuste, retroativo a outubro. A empresa, no entanto, propõe este índice a partir de julho, sem retroativo. “Sem chances de ter acordo”, afirmou o presidente do sindicato, João Cesar da Silva, que também participou da manifestação. Ao fim da reunião, ficou acordada que a proposta da empresa será votada em assembleia a ser realizada nesta quarta-feira, em três turnos, na porta da empresa

Em contato com a Tribuna, Ricardo Schmidt afirmou que a siderúrgica foi surpreendida com a paralisação, na manhã de hoje, uma vez que “a negociação ainda está em curso”. O diretor da ArcelorMittal disse ainda que conversou com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e solicitou a ele que a proposta da empresa fosse apresentada em assembleia aos trabalhadores. Schmidt ratificou que a “empresa está aberta à negociação com seus funcionários”.

O conteúdo continua após o anúncio

De acordo com a Polícia Rodovia Federal, a manifestação não impactou o fluxo da BR-040.

Laís Possani

 

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia