A vez das mulheres

Se na semana passada, o Ginásio do SESC (Av. Barão do Rio Branco, 3090, Centro) teve grande presença de público para a terceira edição da Taça JF de Voleibol Masculino, com título do Reunidos, de Barbacena, chegou a vez dos apaixonados pela modalidade da cidade e até da região prestigiarem a força das mulheres em […]

Por Michele Meireles

20/04/2017 às 17:44hs - Atualizada 20/04/2017 às 17:59hs

Se na semana passada, o Ginásio do SESC (Av. Barão do Rio Branco, 3090, Centro) teve grande presença de público para a terceira edição da Taça JF de Voleibol Masculino, com título do Reunidos, de Barbacena, chegou a vez dos apaixonados pela modalidade da cidade e até da região prestigiarem a força das mulheres em quadra. Neste sábado (21), a partir das 8h, seis equipes entram em ação para o mesmo torneio, mas no naipe feminino.

A disputa terá a participação do Athenas, IFET, Conexão Voleibol, Geração JF e Univôlei, de Juiz de Fora, contando ainda com o Medusa, de São João Del Rey. As atuais campeãs do evento, da Athenas, representadas pela central e preparadora física Luciana Carneiro, 33 anos, vão atrás de novo caneco. A expectativa é de uma competição de nível técnico ainda mais elevado e o entrosamento como carta na manga.

O conteúdo continua após o anúncio

“Acho que neste ano será uma das melhores edições. Teremos menos equipes, só seis, mas porque muitas se fundiram, o que agrega valores individuais aos times. Serão jogos bem disputados, nada de jogo fácil mesmo! Esperamos que o Athenas arrase, nossa equipe é formada por mães, esposas, temos mais de 30 anos todas, mas nossa paixão pelo vôlei cresce a cada dia. Estamos confiantes porque disputamos um torneio em Barroso semana retrasada e fomos campeãs. Nos conhecemos bem, brigamos muito, mas no final dá tudo certo, nossa amizade prevalece!”, destaca Luciana.

O evento é um dos poucos que fomentam a prática do voleibol amador na cidade, fato que reitera a atração no feriado de Tiradentes. Esse fator é destacado tanto pela atleta do Athenas, como por um dos organizadores, Roberto Elias, que lembrou a importância da participação, inclusive, de jovens da base juiz-forana. “Essas práticas precisam ser incentivadas cada vez mais. Esse é um primeiro passo para fazer nosso voleibol crescer. Juiz de Fora tem tradição no esporte, uma equipe na Superliga (JF Vôlei), já revelou atletas até para a Seleção Brasileira. Logo, precisamos de mais apoio e de iniciativas não só para adultos, mas principalmente para os atletas que estão treinando em clubes e que são a base do voleibol da cidade e de equipes em todo Brasil.”

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia