Publicidade

10 de Julho de 2014 - 06:00

Por ELIANA FRANÇA LEME - PSICÓLOGA

Compartilhar
 

"Só queria poder dar alegria ao povo. Peço desculpas a todos", disse David Luiz aos prantos. Não, menino, não carregue sobre seus ombros uma responsabilidade que não é sua. Cabe à sociedade como um todo assumir este mister. O futebol é apenas um esporte. A função de levar o povo a sentir felicidade, orgulho de ser brasileiro e bem-estar compete àqueles que nos governam. Eles, sim, precisam entrar em campo e vencer tantos males que já se tornaram crônicos no nosso Brasil.

A verdadeira vitória, menino David Luiz, virá quando superarmos o nosso baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que tem feito perpetuar a pobreza, mantendo a desigualdade social, a falta de assistência na saúde, educação, no saneamento e em tantas condições necessárias para nosso progresso. Essa Copa foi o retrato fiel do nosso país: tudo parecendo bonito, alegre, com aquele "jeitinho" que só nosso povo sabe dar. E o "jeitinho" pode até enganar, mas o que vale é a realidade, e foi esta que vocês trouxeram ao Brasil no momento em que perderam o jogo por 7x1.

Vocês, sem querer, nos obrigaram a olhar no espelho e enxergar nossa verdadeira face. E está na hora de isso mudar. Assim, esta derrota, que todos estão chamando de humilhante, pode ter representado a salvação do país, pois vamos ter que encarar que não podemos viver eternamente de pão e circo. Ou amadurecemos todos, parando de nos deixar enganar por falsas ilusões e soluções, ou seremos sempre derrotados na hora da verdade.

Levante a cabeça, David Luiz. Em meio a tudo isso, você foi o único a verbalizar seu interesse na felicidade do povo brasileiro. Mas creia, você cumpriu seu papel. Agora deixe que os governantes, eles, sim, façam o que tem que ser feito pelo país e não usem vocês, jogadores, para dourar a amarga pílula que precisa ser engolida para tirar-nos dessa ilusão de que "nunca antes na história desse país...".

Durante todo tempo, você reverenciou seu povo, mostrou disciplina, garra e esforço, diferentemente dos que têm o poder de fazê-lo. Não se culpe, continue a ser o esportista que é, e patriota, como já demonstrou ser. Obrigada, David Luiz, pelo seu desejo e empenho em oferecer ao brasileiro um pouco de alegria. Mas talvez ele esteja precisando de um remédio amargo para aprender a eleger os que de fato poderão levar o Brasil à vitória verdadeira, que não está no futebol, mas no desenvolvimento do país. Forte abraço e obrigada!

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?