Publicidade

13 de Dezembro de 2013 - 07:00

Problemas de enchentes ocorrem todos os anos e na mesma época, mas prefeituras dependem de repasses que sempre atrasam

Por Tribuna

Compartilhar
 

Durante entrevista coletiva, convocada para falar sobre o seu primeiro ano de mandato e as realizações de seu Governo, o prefeito Bruno Siqueira, por força das circunstâncias, passou parte do tempo avaliando os danos provocados pelo temporal que desabou na última terça-feira na cidade e as dificuldades dos prefeitos para obter recursos. Ele citou o antigo Departamento Nacional de Obras e Saneamento, extinto no início dos anos 1990, que tinha meios próprios para combater os efeitos das enchentes. Hoje, o dinheiro está concentrado em Brasília, mas diluído em diversas pastas, deixando as prefeituras, principalmente, à mercê de articulações políticas.

No mesmo dia em que Juiz de Fora ficou com ruas submersas, o Rio de Janeiro viveu situação semelhante, sobretudo na Baixada Fluminense. Um dia após, os prefeitos de Duque de Caxias e Nova Iguaçu fizeram coro ao discurso de Bruno Siqueira: não há dinheiro para obras emergenciais, sobretudo para limpeza de rios e proteção de encostas.

As chuvas no Brasil são sazonais, não devendo surpreender os administradores, pois todos sabem que de dezembro a março é a mesma coisa. No entanto, os problemas prevalecem por conta, sobretudo, dessa centralização. Juiz de Fora, com uma topografia problemática, tem situações recorrentes, como é o caso do Bairro Industrial, que todo ano fica submerso por estar abaixo do nível do Rio Paraibuna. No entanto, as medidas tomadas nos últimos 20 anos não resolveram a questão.

Gerenciar cidades é um desafio permanente que se agrava pela inversão de valores: as demandas aumentam, e o dinheiro é cada vez mais escasso. O grave desse enredo são as consequências, pois, na maioria das vezes, as vítimas são as que menos podem, exatamente aquelas que deveriam estar na lista de prioridades, por morarem em áreas críticas, e o dinheiro de Brasília custa a chegar a seu favor.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?