Publicidade

04 de Janeiro de 2014 - 07:00

Concessão à iniciativa privada é uma saída para melhorar estradas, mas as que continuarão com o Dnit precisam também de atenção

Por Tribuna

Compartilhar
 

É louvável e necessária a campanha do Governo de combate à violência no trânsito, incluindo nas rodovias - algumas delas, verdadeiras armadilhas. Os feriados prolongados, como o que está se encerrando no domingo, são pródigos em estatísticas negativas, apontando o elevado número de acidentes. Minas, por ter a maior malha viária, continua à frente do gráfico. As causas são recorrentes, como excesso de velocidade e imprudência dos motoristas, mas o mesmo Governo que pede atenção dos usuários deveria ficar atento à sua parte. A qualidade das estradas nacionais é crítica. Na edição de ontem, a Tribuna mostrou a situação da BR-267, no curto trecho entre Juiz de Fora e Bicas. Somente numa extensão de 14 quilômetros foram encontrados 211 buracos.

Numa situação como essa, a discussão muda de tom. De fato, os imprudentes e os apressados precisam ser punidos, mas quem pune o Dnit, a quem cabe a responsabilidade de manter as estradas em condições de segurança adequada? A privatização é cada vez mais necessária, uma vez que o Governo tem se mostrado incapaz de manter as rodovias. Há cerca de dez anos, o então governador de Minas, Aécio Neves, propôs à União o repasse para o estado da gestão das rodovias federais que cortam Minas, impondo apenas a condição de receber os recursos da Cide, a contribuição que sai no preço do combustível, destinada à manutenção da malha viária. A proposta não andou.

Enquanto as concessões não se concretizam, é fundamental cobrar dos responsáveis a manutenção das vias de transporte, pois o que se vê hoje são situações de extremo risco, que se acentuam com o aumento do fluxo de automóveis. Revitalizada em 1979, no trecho entre Juiz de Fora e Caxambu, a BR-267 não está na lista das que passarão para a iniciativa privada. Por isso, o Dnit tem que fazer, e já, a sua parte.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?