Publicidade

27 de Maio de 2014 - 13:38

Demandas da região só ganham ênfase na época de campanha, embora sejam antigas e já registradas em documentos

Por Tribuna

Compartilhar
 

Há cerca de 20 anos, ou um pouco mais do que isso, prefeitos da Zona da Mata elaboraram um documento que ficou conhecido como Carta de Maripá. Nele estavam contidas demandas da região, defendendo a ação política de lideranças públicas e privadas, a fim de dar novo rumo a um dos polos mais pobres do estado. O documento se perdeu no tempo e nas gavetas da burocracia, embora suas cópias tenham sido encaminhadas para Brasília e Belo Horizonte.

Há quatro anos, Juiz de Fora foi sede da Agenda Regional, um evento que reuniu políticos, empresários e demais lideranças, inclusive do mundo acadêmico, para, de novo, apurar as questões fundamentais para o desenvolvimento da Zona da Mata. Foi feito um trabalho profundo pela Faculdade de Economia da Universidade Federal de Juiz de Fora, cujos pontos principais foram encaminhados aos políticos para articulação na capital federal e na do estado. Cada parlamentar, na ocasião, ganhou uma missão. Outros dois eventos foram feitos, mas não se sabem os resultados.

A Zona da Mata, por meio de seus principais atores, tem memória curta, esquecendo-se de suas próprias necessidades, preferindo gerar ações estanques, que se enfraquecem por não terem o respaldo conjunto dessas lideranças. É cada um por si, com um discurso velho e sem sentido, que só ganha corpo em época de campanha.

Na edição de domingo, um artigo assinado pelo economista José Eloy dos Santos Cardoso revela a ascensão de Pouso Alegre, no Sul de Minas, que antes mesmo de ter seu aeroporto já conseguiu sua homologação. Mas lá, como no Triângulo Mineiro, o discurso é coletivo, sem o viés partidário, que mais divide do que soma. Por isso, de novo, a região fica na retaguarda dos acontecimentos, à mercê de promessas das instâncias de poder, enquanto ela própria não faz a sua parte.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprova o retorno de Dunga para o comando da Seleção Brasileira?