Publicidade

12 de Junho de 2014 - 06:00

Com o início da Copa do Mundo, as discussões são suspensas, mas podem voltar depois, já no meio da campanha eleitoral

Por Tribuna

Compartilhar
 

Como em todas as copas, o brasileiro, a partir de hoje, volta suas atenções para o desempenho da Seleção Brasileira, independentemente de sua postura ideológica. O coração saltará a cada investida do time de Felipão, mesmo sabendo que o jogo de abertura sempre é um sofrimento. A pátria de chuteiras, como diria Nelson Rodrigues, entra no clima e deixa de lado as outras demandas. A dúvida é saber como agirão os que são contra a competição e aqueles que, até de uma certa forma oportunista, usam o evento para se colocarem em greve, sobretudo nas cidades onde haverá jogos e nas quais os serviços são essenciais.

A Copa, no entanto, é uma competição de tiro curto, durando apenas um mês, enquanto os problemas nacionais são de anos. Ademais, há pela frente uma campanha eleitoral que também entra em compasso de espera, a despeito de sua magnitude, quando estarão em jogo o Congresso, assembleias legislativas, governos dos estados e a Presidência da República. Não é pouca coisa, principalmente num cenário de incertezas. O país que ora vai para a arquibancada tem problemas importantes a serem resolvidos.

Como consequência da competição, muitas medidas de agora servirão como legado, a começar pelas obras de mobilidade, mas boa parte delas ainda sem conclusão. Finda a disputa, comemorado o possível título, as ruas terão um encontro com os candidatos e estarão, nesse novo momento, em condições de cobrar padrão Fifa para vários serviços. Saúde, educação e segurança, principalmente estes, são temas recorrentes nas listas de reclamações. A campanha, e não agora, será uma oportunidade e tanto para se cobrar essa conta.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?