Publicidade

18 de Julho de 2014 - 06:00

Decisão de dar fim à linha para Belo Horizonte é mais uma entre tantas medidas envolvendo o setor aéreo da região

Por Tribuna

Compartilhar
 

A empresa aérea Azul vai deixar de operar entre Juiz de Fora e Belo Horizonte, a partir do dia 15 de setembro, como a Tribuna divulgou na edição de ontem. A decisão é mais uma entre tantas que já foram tomadas nos últimos anos envolvendo a ligação da cidade e as capitais, especialmente Rio, São Paulo e Belo Horizonte. Como se trata de aviação, o usuário local vive nesse sobe e desce de argumentos, enquanto os discursos de autoridades utilizam a recorrente frase de revitalização. Acontece que empresas vivem de demanda, e, se não há passageiros suficientes, não dá para operar no vermelho, e é isso que a companhia está dizendo. O aeroporto regional é bom, mas, com um fluxo de passageiros aquém da expectativa, é melhor buscar novas rotas, entendem seus dirigentes.

Decisões como essa, porém, não podem ser acatadas passivamente pelas lideranças da região, uma vez que isolam a Zona da Mata dos grandes centros, restando a opção pelo transporte terrestre. Empresários e outros agentes econômicos precisam do transporte aéreo para seus negócios, mas hoje enfrentam uma surrealista situação: dois aeroportos e quase nenhum voo, salvo para São Paulo, após o dia 15 de setembro. Ir de carro para Belo Horizonte não é tão problemático, mas, enquanto a nova concessionária da BR-040 não realizar seus investimentos, será um trajeto de risco, sobretudo entre Conselheiro Lafaiete e o trevo para Ouro Preto. E levará tempo para algumas medidas, como tirar de cena os caminhões das mineradoras da rodovia.

Quanto aos voos, somente com a industrialização do aeroporto regional e o incremento de novas linhas, fazendo da região um ponto de conexão, será possível criar demandas. Além disso, é fundamental que o Governo do estado atue, pois outros aeroportos de regiões de menor porte, a despeito da escassez de passageiros, são mantidos por pressões políticas e não saem da rota.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprova o retorno de Dunga para o comando da Seleção Brasileira?