Publicidade

07 de Janeiro de 2014 - 07:00

Novos radares, já em teste, vão inibir não só os apressados mas também os que desrespeitam regras básicas do trânsito

Por Tribuna

Compartilhar
 

Ninguém é obrigado a conhecer as leis, mas não pode dizer que as desconhece em caso de algum tipo de infração. Por conta disso, a Prefeitura, no momento em que anuncia o funcionamento dos super-radares em pontos estratégicos da cidade, deve fazer uma campanha de esclarecimento não apenas dos locais mas também do que será fiscalizado pelos novos equipamentos, já em teste. A Tribuna, em mais de uma matéria, já indicou que eles, além da velocidade, vão registrar a parada em cima da faixa, uma rotina nas ruas da cidade, especialmente de motociclistas, no afã de sair na frente quando o sinal abre.

A imposição de restrições à velocidade e o registro de outras ocorrências são medidas positivas ao olhar dos usuários, sobretudo por coibir práticas de pura falta de educação de trânsito. Mas avisar é fundamental, até mesmo para orientar os demais usuários do sistema, como os pedestres. Estes também precisam ser reeducados, pois atravessam as vias em vários pontos, sem medir as consequências para o gesto. A situação chega a ser crítica na Avenida Getúlio Vargas, onde é possível vê-los correndo entre automóveis e ônibus.

Juiz de Fora, como as demais metrópoles brasileiras, vive o dilema da mobilidade, com carros demais e ruas de menos. Este é um dos principais desafios dos governantes, pois, quando o Governo federal liberou prazos de financiamento e reduziu as alíquotas de IPI dos automóveis, ajudou de um lado, aquecendo o setor e dando chance de compra a novos consumidores, mas não discutiu as consequências com os prefeitos e governadores. Hoje, até mesmo em cidades de pequeno porte há retenções.

Os super-radares, que podem até mesmo colocar o trânsito mais lento, se forem bem explicados aos usuários, não causarão tal incômodo, pois a segurança é fundamental tanto para motoristas e motociclistas quanto para os pedestres.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?