Publicidade

05 de Julho de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

OFICINAS TEMÁTICAS

Na segunda rodada de reunião entre empresários e a Prefeitura, ontem, para discutir a violência na cidade e sua repercussão no setor produtivo, ficou acertada a realização de oficinas temáticas. Serão seis eventos, cada um com um grupo de discussão e a Municipalidade, a fim de encontrar saídas para a situação, que se tornou preocupante. O ex-comandante da 4ª Região de Polícia Militar, coronel Ronaldo Nazareth - agora na reserva, na condição de consultor e também de empresário, uma vez que constituiu uma empresa que atua na área de segurança -, ficou responsável pela montagem das oficinas. Ele tem prazo até a quarta-feira próxima para levar o projeto pronto, que deverá desdobrar em pelo menos três ações de cada equipe. O resultado será a elaboração de um documento a ser encaminhado ao Governo. Na reunião de ontem, na qual, novamente, foi cobrado pragmatismo nos eventos, avaliou-se também a participação dos políticos, sobretudo os que são candidatos, a fim de se inteirarem de uma demanda que também será deles quando obtiverem o mandato.


Dois anos

A direção da Epamig, em reunião com lideranças do setor lácteo, deu novas diretrizes para a realização do Minas Láctea, feira que ocorria no mês de julho no Expominas de Juiz de Fora. Em vez de anual, o evento passará a ser realizado de dois em dois anos, e não haverá a edição de 2014. O deste ano, que tinha sido transferido para novembro, foi cancelado. Ficou deliberado, também, que o próximo vai ocorrer em julho de 2015. Em maio, a Epamig chegou a discutir o adiamento por causa da Copa do Mundo, do período eleitoral e da inviabilidade de parceria com a iniciativa privada.


Licitação

Quando houve essa decisão, houve preocupação, sobretudo entre os empresários locais, surpreendidos, que chegaram a recorrer às instâncias políticas para que acionassem até mesmo o Governo. O caso foi contornado, após as explicações de que não havia cancelamento e sim adiamento do evento, mas nem essa mudança se viabilizou, uma vez que nenhum dos interessados preencheu os requisitos para sua realização. Além disso, um novo agendamento para este ano tornou-se problemático para os próprios parceiros. O modelo mais adequado deveria assegurar agilidade e qualidade logística, mas a licitação não foi bem-sucedida.


Fim do prazo

Enquanto o candidato petista Fernando Pimentel registrou ontem sua candidatura a governador, entregando, inclusive, sua previsão de gastos (veja em Política), seus adversários, Pimenta da Veiga, pelo PSDB, e Tarcísio Delgado, PSB, deverão comparecer somente hoje na Justiça Eleitoral. Tarcísio, que começou a semana em Brasília, até retornou mais cedo a Juiz de Fora para confeccionar sua documentação. Já Pimenta possivelmente vai esperar o presidenciável Aécio Neves para fazerem da inscrição um gesto único da política.


Represa

O prefeito Bruno Siqueira e um grupo de convidados visitarão a Represa de Chapéu D'Uvas na próxima segunda-feira, a fim de conhecerem as obras que estão em curso para tornarem a estação a principal fonte de abastecimento de água de Juiz de Fora. Pelas primeiras ações, a represa garante um fluxo de água pelos próximos 20 anos, mas, se o reservatório for plenamente utilizado, o abastecimento da cidade não tem data para se esgotar, por conta de seu potencial.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?