Publicidade

09 de Julho de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

PRESTANDO CONTAS

Prestes a encerrar seu segundo e último mandato à frente da Universidade Federal de Juiz de Fora, o reitor Henrique Duque fez uma série de revelações, algumas delas a serem publicadas na próxima edição da revista "A3", produzida pela Secretaria de Comunicação da UFJF, que deve circular em agosto com um levantamento completo de sua gestão. Entrevistado por um grupo de jornalistas, alguns deles de veículos de comunicação como convidados, ele disse ter sido chamado para vários cargos expressivos no Governo federal, mas recusou. Mostrou como é seu trânsito pelos gabinetes do poder, que resultou em muitos milhões em investimentos, cujos contatos começam já na entrada dos ministérios. Duque sai do cargo, mas deve continuar a militância para ampliar os horizontes da universidade em Juiz de Fora e do campus de Governador Valadares. Ele foi convidado pelo substituto, Júlio Chebli, a continuar colaborando com a universidade nas articulações, afinal, ainda há um considerável volume de ações que precisa de recursos.


E agora?

Em 2012, quando se discutiam nomes para disputar as eleições municipais, Henrique Duque foi um dos mais citados, por conta de seu papel à frente da UFJF. Chegou a consultar amigos, mas concluiu que, naquele momento, era melhor continuar como reitor do que enfrentar um futuro incerto ante as urnas. Ademais, sua missão não tinha acabado na universidade. Sequer se filiou. Ante a inevitável pergunta - e agora, vai se filiar? -, deixou a questão no ar, embora tenha manifestado que tudo vai depender da conjuntura.


Executivo

Descontraído, mesclando a entrevista com momentos em que não escondeu a emoção - uma característica própria -, admitiu interesse pela vida política e enfatizou que sua vocação é pelo Executivo, onde pode desenvolver seu trabalho, mas foi claro ao desejar que o prefeito Bruno Siqueira dê certo à frente da Municipalidade. Mesmo assim, ao explicitar sua preferência pelo Executivo, e que pode entrar no jogo político, abriu sua pretensão, que pode ocorrer em 2016 ou até 2020. Como tem apenas 65 anos, as duas datas estão abertas.


Mirante

A Prefeitura, por meio da Comissão Permanente de Licitação, publicou edital de concorrência para o uso, a título oneroso, do Restaurante do Mirante Salles Oliveira - Morro do Imperador. Com a abertura de linha de ônibus para o local, a expectativa é de que haja demanda, hoje o principal desafio para qualquer empreendimento na região. No último domingo, quando ocorreu a primeira viagem de ônibus, a Tribuna acompanhou os usuários e ouviu elogios ao local, que passa por revitalização. A antiga torre da TV Industrial pode tornar-se um museu da comunicação.


Em campanha

Os candidatos a governador já estão na estrada fazendo campanha política. Enquanto o petista Fernando Pimentel vai retomar as caravanas, que passarão inclusive por Juiz de Fora, o tucano Pimenta da Veiga está atuando na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde esteve ontem acompanhado do candidato ao Senado Antonio Anastasia. O candidato do PSB, Tarcísio Delgado, ainda não iniciou o seu ciclo de viagens, embora já venha fazendo contatos políticos para articular sua campanha.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?