Publicidade

22 de Dezembro de 2013 - 07:00

Compartilhar
 

PRÉ-CANDIDATO

O vereador Roberto Cupolillo (Betão, PT) confirmou à Tribuna que é pré-candidato ao cargo de deputado estadual nas eleições do ano que vem. Com esta decisão, Betão diminui as possibilidades de que a legenda tenha candidato único à Assembleia Legislativa. Setores do PT afirmam que esta é a condição mais viável para que o partido eleja um deputado estadual da cidade. Outro parlamentar petista local, Wanderson Castelar (PT), também articula sua candidatura e, em tese, goza de melhor trânsito junto a diversas tendências internas da sigla, entre elas, o grupo liderado pela deputada Margarida Salomão, que recentemente elegeu o presidente do diretório municipal da legenda, o jornalista Giliard Tenório. Cupolillo, no entanto, não descarta a possibilidade de também negociar o apoio da ex-reitora.


Apoio

Uma das principais forças de Betão para o pleito do ano que vem está no movimento sindical, uma vez que a atuação do vereador privilegia a defesa dos interesses de diversas categorias de trabalhadores, entre elas, professores, bancários e servidores públicos municipais e estaduais. Por serem setores com representação em todo o estado, o parlamentar poderia ser votado em outros municípios, não apenas em Juiz de Fora. Ao afirmar que é candidato, Cupolillo sustenta, ainda, que não é comum o PT, pragmaticamente, privilegiar candidaturas únicas em municípios.


Reforma

Projeto de lei do Governo do estado que trata da reforma administrativa da máquina pública foi aprovado pela Assembleia Legislativa. Entre as mudanças estão a fusão e a extinção de algumas secretarias. A pasta de Desenvolvimento Regional e Política Urbana passa a se chamar Secretaria de Desenvolvimento Regional e Política Urbana e Gestão Metropolitana. A Secretaria de Trabalho e Emprego passa a ser chamada de Secretaria de Trabalho e Promoção Social. As secretarias de Esporte e Turismo serão fundidas numa única pasta.


Professores

A Prefeitura de Juiz de Fora irá antecipar o pagamento da última parcela do reajuste de 4,63% referente ao período de janeiro a abril de 2013, conforme acordo com o magistério municipal. A quitação será feita no próximo dia 30. O montante responde por 30% do valor total negociado, que poderia ser pago até o dia 20 de janeiro. A secretária de Administração e Recursos Humanos, Andréia Goreske, destaca que a medida tem por objetivo a valorização dos servidores.


Economia

Um balanço feito pela Secretaria de Estado de Planejamento (Seplag) mostrou que o Governo de Minas economizou R$ 142 milhões entre os meses de agosto e dezembro de 2013. O montante é 35% superior à economia de R$ 105 milhões prevista quando medidas de racionalização foram adotadas. Foram economizados R$ 90 milhões com cortes de custeio, e o restante, R$ 52 milhões, é referente à economia anual já alcançada com o corte em cargos de confiança.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?