Publicidade

25 de Dezembro de 2013 - 07:00

Compartilhar
 

Saúde  

O prefeito Bruno Siqueira (PMDB) elencou a saúde como prioridade para o seu segundo ano de mandato em 2014. "É por isso que estamos colocando 30% do orçamento na saúde." Bruno destacou ações da Prefeitura como a revitalização de 15 Uaps, a retomada das obras do Hospital Regional e o início da implementação do Samu Regional como primeiros passos para a melhoria efetiva dos serviços. Afirmou ainda que já existem estudo para a construção de novas unidades de saúde nos bairros Manoel Honório e Dom Bosco, antigo anseio da população juiz-forana. Segundo a Administração, já foram iniciadas ações para desafogar o atendimento no PAM-Marechal, com o remanejamento de alguns serviços. Para ampliar a medida, o prédio do antigo Pronto-Socorro, na Avenida dos Andradas, deve passar por intervenções para receber alguns setores do sistema de saúde municipal.

Representatividade

As informações de Bruno foram dadas ontem em entrevista ao programa Rádio Vivo, da Rádio Solar. O prefeito falou ainda sobre as eleições do ano que vem e a importância de se aumentar a representatividade parlamentar da cidade, principalmente na Asssembleia Legislativa. Entre os nomes de prováveis postulantes, o chefe do Executivo destacou o vereador Isauro Calais (PMN), que já fala como candidato da Administração. "É o vereador mais votado nas últimas eleições. Está na hora de ir para a Assembleia para ajudar a cidade em Belo Horizonte."


Copa

O prefeito não se mostrou muito otimista com a possibilidade de Juiz de Fora conseguir receber uma seleção durante a disputa da Copa do Mundo do ano que vem. Bruno afirmou que, quando assumiu a Prefeitura, o projeto já estava em andamento, com a proposta de uma dobradinha entre a cidade e Matias Barbosa, onde está localizado o Haras Morena. "Já havia sido apresentado à Fifa e às delegações estrangeiras. Se estivesse conduzido este processo, conduziria com uma proposta exclusiva da cidade, com um hotel de Juiz de Fora." 

Política pública 

As recentes intervenções administrativas realizadas pelo Governo de Minas também pretendem incentivar ações ligadas à gastronomia. A partir de janeiro, o setor passará a ter status de superintendência e integrará a estrutura da nova Secretaria de Turismo e de Esportes. Titular da pasta, Agostinho Patrus Filho afirma que o segmento será tratado como política pública estadual. "O grande trunfo será a possibilidade de acelerar a sua diversificação, ancorada na internacionalização e na interiorização da gastronomia. Não são trabalhos excludentes, e sim complementares."
 
Alagamentos
 
Os alagamentos no Bairro Industrial devem ser alvo de debates na Câmara no início do ano que vem. O vereador Wanderson Castelar (PT) protocolou pedido de uma audiência pública para discutir o tema com a sociedade e os demais parlamentares. O petista pretende levar ao Palácio Barbosa Lima um especialista sobre o assunto. Segundo Castelar, o objetivo é de que o Executivo apresente um projeto viável para equacionar os problemas, possibilitando assim a captação de recursos. O parlamentar quer que o encontro aconteça entre janeiro e fevereiro.
 
Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?