Publicidade

18 de Janeiro de 2014 - 07:00

Compartilhar
 

VAI DISPUTAR

O vereador Roberto Cupolillo será candidato a deputado estadual nas próximas eleições. Ligado ao movimento sindical, um de seus argumentos é de que não haveria dano a outras candidaturas, como a de seu colega de bancada Wanderson Castelar, uma vez que seu raio de ação não se restringe à Zona da Mata. Ele teria espaço em outras regiões, inclusive em Belo Horizonte. A questão, agora, é saber se Castelar vai topar entrar no páreo. Ele já disse, em mais de uma ocasião, que só aceita ser candidato se o PT lançar apenas um nome para estadual. O PMDB, que na instância estadual vai apoiar o vereador Isauro Calais (PMN), continua sem indicar para que lado vai na disputa para deputado federal. O vereador Julio Gasparette reafirmou que não tem o menor interesse, preferindo dar curso ao seu mandato de presidente da Câmara, que termina no fim deste ano. Os militantes insistem em uma candidatura própria, já que o partido abriu mão na disputa pela Assembleia. Não há prazo para a definição, mas alguns setores temem que a demora comprometa as articulações.


De novo

O senador Aécio Neves, pré-candidato a presidente pelo PSDB, vai ser pai pela segunda vez. Embora a ideia fosse fazer o anúncio só quando a gravidez de sua mulher estivesse no terceiro mês, sua assessoria confirmou ontem que sua esposa, a modelo Letícia Weber (34), está grávida. Eles estão juntos há cinco anos, mas somente em novembro do ano passado se casaram, em cerimônia reservada. Aécio já é pai de Gabriela, de 21 anos, fruto de seu primeiro casamento. Já por conta da gravidez da mulher, ele fugiu dos holofotes e passou a virada do ano em Angra dos Reis.


Pela região

A deputada Margarida Salomão (PT) tirou a semana para uma verdadeira maratona de visitas pela região. No seu terceiro turno de viagens, ela foi, num só dia, aos municípios de Santa Rita do Jacutinga, Passa Vinte, Bom Jardim de Minas e Lima Duarte. Nestes eventos, tem realizado encontro com prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e demais autoridades, além de militantes. A meta é prestar conta do mandato e do que tem sido feito, sob seu patrocínio, para tais municípios.


Oposição

Uma nova viagem da presidente Dilma a Minas Gerais está rendendo protestos. Embora ela tenha anunciado recursos para a mobilidade urbana de Belo Horizonte, os deputados Lafayette Andrada (PSDB), Rômulo Viegas (PSDB), Célio Moreira (PSB) e Vander Borges (PSB) consideraram a visita como "farra de promessas e anúncios" da presidente. Durante entrevista coletiva na Assembleia, eles entregaram documentos que "mostram o descaso da presidente com as obras do metrô e anel rodoviário de Belo Horizonte e duplicação da BR-381".


Republicano

No entanto, no seu discurso, o governador Antonio Anastasia tratou dos novos investimentos como parceria republicana, pois têm a participação de legendas que estarão diretamente envolvidas nas eleições deste ano. A presidente da República, que tentará a reeleição, é do Partido dos Trabalhadores; o governador, o principal cabo eleitoral do senador tucano Aécio Neves, e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, filiado ao PSB de Eduardo Campos. Lacerda, aliás, já antecipou que em Minas os socialistas vão apoiar o PSDB para o Governo estadual.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?