Publicidade

19 de Fevereiro de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

NO MESMO LUGAR

Embora os políticos estejam oficiosamente em plena campanha eleitoral, os números apurados pelo Instituto MDA, em pesquisa encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes, apontam para um quadro inalterado. A presidente Dilma Rousseff manteve o patamar de intenções de votos para as eleições presidenciais, numa oscilação de 43,5%, no mês passado, para 43,7% no levantamento deste mês. O senador tucano Aécio Neves continua na segunda posição e também oscilou dentro da margem de erro. Teve 17% das intenções de votos contra 19,3% da pesquisa anterior. O governador Eduardo Campos é outro que se mantém estacionado. De 9,9% foi para 9,5%, numa oscilação ínfima. O MDA ouviu 2.002 eleitores, entre os dias 9 e 14 de fevereiro, em 137 municípios de 24 unidades da federação. A margem de erro é de apenas 2,2 pontos percentuais. A presidente Dilma, num eventual segundo turno, também ganharia de todos os adversários.


Aqui não

Durante entrevista ao radialista Marcelo Juliani, no programa "Rádio vivo", da Solar AM, o prefeito Bruno Siqueira fez questão de lembrar que o Samu e o Sistema de Urgência e Emergência funcionam plenamente em Juiz de Fora, havendo problemas apenas para a região, por causa da linha telefônica. Em Juiz de Fora, os hospitais Santa Casa, João Felício e Therezinha de Jesus já estão integrados ao sistema, desafogando o HPS, que até então recebia toda a demanda de atendimento, desde traumas até ataques cardíacos. Com a rede, o paciente vai para o hospital mais adequado.


Pessoal

A possível vinda do presidente do diretório regional do PSD, Walter Tosta, a Juiz de Fora não terá influência nas ações do primeiro escalão da Prefeitura. Na semana passada, circulou a informação de que ele iria perguntar ao prefeito Bruno Siqueira se o cargo de diretor da Emcasa, ora ocupado pelo ex-vereador Luiz Carlos, é da cota do partido ou do prefeito. O entendimento foi com o deputado Wilson Batista, quando este garantiu apoio a Bruno na campanha de 2012. Por isso, Luiz Carlos deve continuar no cargo, salvo se for candidato a deputado estadual, algo pouco provável.


Polarizado

Uma semana após o Partido dos Trabalhadores oficializar a candidatura do ex-ministro Fernando Pimentel ao Governo de Minas, amanhã será a vez de os tucanos homologarem a candidatura do ex-ministro Pimenta da Veiga. A coincidência é que ambos ainda não definiram quem serão os seus vices, embora haja articulações. No PT, o parceiro deve ser o PMDB, com a indicação do ministro da Agricultura, Antônio Andrade. No PSDB, a dobradinha deve ocorrer com o PP, que indicaria o atual presidente da Assembleia, Diniz Pinheiro.


Telefonia

A Assembleia deve concluir hoje, com a votação dos parlamentares, o relatório da CPI da Telefonia, que, durante meses, apurou problemas detectados no serviço de telefone móvel em Minas. Serão apresentadas propostas para melhorar o serviço, como aperfeiçoamento dos call centers. Será sugerida uma legislação que obrigue as operadoras a manterem postos de atendimentos presenciais em localidades com população acima de 20 mil habitantes. Os dirigentes das empresas foram chamados para assinarem um termo de conduta.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?