Publicidade

21 de Março de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

NINGUÉM PASSOU

Relatório apresentado ontem, com exclusividade pelo jornal "O Tempo", indica que nenhuma das Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp) alcançou a meta estipulada pela própria Secretaria de Defesa Social. De acordo com o relatório "Indicadores do acordo de resultados de 2013", elaborado pelo Centro Integrado de Informações de Defesa Social, a violência cresceu em todo o estado. A 4ª Risp, sediada em Juiz de Fora, obteve nota quatro por registrar uma taxa de 179,75 quando a meta era de 155,28. São considerados crimes violentos os casos de homicídio, tentativa de homicídio, roubo, estupro, sequestro e extorsão mediante sequestro. A média é de 243 crimes por dia em Minas. Dez a cada hora. A melhor performance foi da 13ª Risp, que atende Barbacena e municípios vizinhos da Região das Vertentes. O maior número de crimes com uso de arma de fogo foi registrado na 12ª Risp, responsável por Ipatinga e municípios do Vale do Rio Doce.


Pacificação

O presidente do PMDB, Antônio Andrade, voltou ontem ao cargo com a missão de pacificar a legenda. A primeira preocupação, porém, é com o programa de televisão previsto para segunda-feira. Até ontem, não se sabia o que deve ser mostrado aos eleitores, já que alianças com os petistas ou até mesmo com os tucanos ainda não foram consolidadas. Andrade aposta na dobradinha com o PT e já disse isso ao senador Clésio Andrade, que puxa a legenda para o lado contrário. Mas não tem pressa, pois as convenções só devem ocorrer em junho.


Caravanas

O deputado Sávio Souza Cruz, no entanto, acha que, pelo menos, o PMDB deve integrar as caravanas que o PT está realizando pelo interior do estado, mesmo sem a garantia de apoio para governador. Ele já rechaçou aliança com os tucanos, mas ainda é preciso convencer boa parte do diretório. Representações de várias partes do estado, a começar por Juiz de Fora, já se manifestaram oficialmente a favor da candidatura própria. O diretório local chegou a encaminhar correspondência oficial ao comando do estado em torno desse projeto.


Prazo final

Terminou ontem o prazo de inscrição dos pré-candidatos a deputado federal e estadual do PT. Depois de participar de uma reunião de seu grupo, a deputada Margarida Salomão registrou sua candidatura no início da tarde. Os tucanos darão um prazo mais amplo. Foi criada uma comissão especial para analisar os pedidos, que podem ser formulados até o dia 15 de abril. O prazo se justifica no calendário do Tribunal Regional Eleitoral, que prevê para o dia 4 de abril a data para desincompatibilização de agentes públicos do primeiro escalão interessados em disputar.


'Volta, Lula'

A pesquisa do Ibope divulgada ontem, na qual a presidente Dilma Rousseff, com 40%, garantiria sua vitória no primeiro turno, tem efeito pedagógico também para o público interno do PT. A corrente que insiste no "Volta, Lula" estaria disposta a usar uma possível queda da presidente para reforçar o discurso da troca do candidato, sobretudo depois das notícias envolvendo a Petrobras. É certo que os episódios não chegaram a ser aferidos pela pesquisa, mas a estabilidade da presidente garante que não faz sentido a campanha pelo retorno do ex-presidente.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?