Publicidade

17 de Abril de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

BOLA DIVIDIDA

O presidente do diretório nacional do PMDB, Valdir Raupp, ainda não se manifestou sobre consulta formulada a ele pelo deputado Leonardo Quintão acerca da situação do partido em Minas. O parlamentar quer uma solução para a decisão do presidente do diretório estadual, Antônio Andrade, de intervir na representação de Belo Horizonte, da qual ele é presidente. Os dois têm diferenças abissais de longa data. Quando abriu mão da disputa da Prefeitura, em 2010, em favor de Patrus Ananias, Quintão recebeu a promessa de ser chamado para ministro. Quem levou foi Andrade, com a pasta da Agricultura, e que agora defende apoio ao PT, enquanto o deputado quer a candidatura própria. Quintão disse que vai esperar somente até hoje, ameaçando recorrer à Justiça contra a intervenção. A direção nacional, por enquanto, não quer entrar nessa bola dividida, ainda mais agora, quando setores do PMDB, como do Rio e de Salvador, abriram dissidência.


De olho

Os membros do grupo itamarista estarão de olhos voltados para a TV, hoje, quando o PSDB usará o espaço cedido em lei para apresentar seu programa. O tema central será a ação tucana na gestão de Minas, onde a legenda ficou de 2002 até o início deste mês com Aécio Neves e Antonio Anastasia. Nas inserções de 30 segundos, o caldo engrossou quando os tucanos disseram ter recebido um estado praticamente falido. Mas o governador era Itamar, que não só elegeu Aécio como pacificou os servidores públicos e a Polícia Militar, além de ter interrompido uma privatização leonina da Cemig elaborada pela gestão Eduardo Azeredo.


De volta

O governador Alberto Pinto Coelho deverá fazer sua primeira visita oficial a Juiz de Fora ainda neste primeiro semestre. Ele esteve na cidade no mês passado, mas ainda como vice, quando, acompanhado do secretário de Governo, Danilo de Castro, prestigiou o amigo, o empresário Ibrahim El Kouri, que fazia aniversário. Na ocasião, Alberto revelou seu apreço pela região e garantiu que terá seus olhos voltados para a Zona da Mata, uma vez que conhece de perto as suas demandas.


Zoneamento

Deve seguir em breve para o Executivo proposta aprovada pela Câmara estabelecendo mudanças de classificação para fins de zoneamento de vias em Santa Luzia, de iniciativa dos vereadores Antônio Aguiar (PMDB) e José Fiorilo (PDT). A alteração alcançará as ruas Chácara, entre Dom Silvério e Água Limpa; Torreões, entre Avenida Ibitiguaia e Rua Água Limpa; Rua Porto das Flores, entre Avenida Ibitiguaia e Rua Água Limpa, e Rua Água Limpa, entre Avenida Santa Luzia e Rua Chácara. Com isso, tais locais poderão receber lojas e serviços de maior porte, como agências bancárias. O bairro tem cerca de 20 mil habitantes.


Carga horária

Começou a tramitar ontem na Câmara projeto do vereador Julio Gasparette (PMDB) propondo a redução, em 50%, da carga horária de trabalho para servidor municipal responsável por pessoa com necessidades especiais. A iniciativa é voltada para trabalhadores da administração direta e indireta que cuidam de pessoas que exigem atenção permanente, sejam elas com parentesco direto ou por adoção. Na justificativa, diz que visa beneficiar deficientes físicos e mentais que precisam de assistência durante o processo terapêutico. Ao mesmo tempo, assegura ao servidor a tranquilidade necessária para se dedicar ao trabalho e ao atendimento.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você confia nas pesquisas eleitorais?