Publicidade

18 de Maio de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

 

TERCEIRA VIA

A falta de empolgação com as candidaturas do PSDB e do PT - e até mesmo a confusão por conta dos nomes: Pimenta e Pimentel - está dando margem ao surgimento de uma terceira via na disputa pelo Governo de Minas. O PSB, que precisa do voto mineiro para levar adiante o projeto de Eduardo Campos, tem 80% de possibilidade de lançar a candidatura do deputado Júlio Delgado para a disputa majoritária. Para aferir melhor o cenário, uma pesquisa já está em campo, e os resultados iniciais são vistos com otimismo. Além disso, percebeu-se que apenas 25% dos mineiros, em outro levantamento, se manifestaram entre Fernando Pimentel (PT) e Pimenta da Veiga (PSDB), deixando um caminho aberto para outra opção. O eleitor estaria confuso não só pelos nomes mas até mesmo por alianças recentes. Na primeira eleição de Marcio Lacerda (PSB) para a Prefeitura de Belo Horizonte, os paraninfos de sua candidatura eram Aécio (PSDB) e Pimentel (PT). Alguns eleitores andam perguntando se essa aliança ainda existe.

 

Adesões

Júlio Delgado disse que as pesquisas vão indicar o tamanho da pipa, mas acentuou que a possibilidade de sua candidatura ganhou força nos últimos dias pela falta de empolgação com os candidatos tucano e petista. "Estou tendo uma receptividade assustadora, sendo meu nome a terceira via para se sair do desgaste que os dois outros candidatos carregam", enfatizou. Ontem mesmo, ele recebeu vários telefonemas de possíveis aliados partidários. Será também homenageado como personalidade política em encontro empresarial em Araxá, no início do mês que vem.

 

E o pacto?

Próximo do senador Aécio Neves, embora em partido distinto, Júlio admite que o líder tucano não vai gostar de sua candidatura, pois ela não estava nos planos até recentemente, quando o canal de conversação entre as legendas estava aberto. "Eu sei disso, mas é preciso considerar que, na avaliação que está sendo feita, nosso projeto tem atraído adesões. Além do mais, estou largando um projeto de reeleição quase certa por algo improvável, mas que já chama a atenção. Essa página não vai virar, pois há a possibilidade de segundo turno."

 

Tarcísio

A possível candidatura de Júlio Delgado a governador pelo PSB não mexe apenas no xadrez estadual. Ele mesmo antecipou que, em se consolidando esse projeto, quem entra na sua vaga para disputar uma cadeira na Câmara Federal é o ex-prefeito Tarcísio Delgado, que se filiou ao PSB no ano passado e que andou cotado para tentar uma vaga na Assembleia. Tarcísio, além da própria história, seria também fator importante para o partido manter sua performance na região. As conversas com prefeitos e deputados já estariam em curso.

 

Sem data

O vice-prefeito Sérgio Rodrigues voltou de reunião na Epamig com a garantia de que o Minas Láctea não vai deixar de ocorrer na cidade. Na companhia do secretário municipal de Agropecuária e Abastecimento, Edson Fontes, Sérgio informou que apenas a realização no mês de julho, como tradicionalmente aconteceu, que não será possível. A nova data ainda será marcada. Da viagem trouxe ainda a notícia de que é intenção da empresa retomar as atividades do Instituto Cândido Tostes com a reabertura da usina, a volta do varejo e até mesmo a possibilidade de criação de um minimercado com produtos lácteos e orgânicos nas proximidades da sede, no Bairro Santa Terezinha.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a proibição de trote nas ruas de JF, como prevê projeto aprovado na Câmara?