Publicidade

03 de Julho de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

 

UMA VICE

A advogada Ana Paula Teixeira (PSB), que ocupa o cargo de primeira-secretária do partido, será candidata a vice na chapa encabeçada pelo ex-prefeito Tarcísio Delgado (PSB). A definição foi divulgada ontem junto com o nome do possível candidato ao Senado, Laudo Natel. Até agora, apenas o pequeno PPL está garantido na chapa socialista. Os partidos têm até sábado para entregar à Justiça Eleitoral a documentação final para o registro das candidaturas e coligações. Até lá, o presidente do PSB em Minas, Júlio Delgado, segue com as articulações para angariar mais apoio. Um provável aliado deve ser o PHS, que integra a aliança nacional. O PPS, que chegou a ser cogitado para integrar o grupo, está realmente fechado com o PSDB, como confirmou Tarcísio em entrevista à Tribuna.

 

Kalil

Após bater o pé e anunciar a desistência de sua candidatura à Câmara dos Deputados, o presidente do Atlético, Alexandre Kalil, voltou atrás e comunicou ontem em Belo Horizonte que, ao contrário do que declarou na semana passada, vai concorrer ao cargo pelo PSB. Kalil, no entanto, continua manifestando sua insatisfação com a decisão do partido de lançar candidatura própria em detrimento do apoio aos tucanos em Minas. Mesmo se colocando na disputa pelo PSB, Kalil pretende apoiar a disputa dos tucanos ao Senado e ao Governo de Minas. A decisão de Kalil teria sido motivada pelo próprio prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, que na segunda divulgou carta expondo toda sua insatisfação com os rumos da legenda no estado.

 

Fidelidade

Lacerda estaria tencionado a fazer campanha para os aliados socialistas que vão disputar vagas nos parlamentos estadual e federal para mostrar sua força política. Tarcísio Delgado, que entra no páreo estadual com a missão de garantir palanque próprio para o presidenciável Eduardo Campos, já deixou clara sua posição em relação aos dissidentes. A ideia inicial é buscar o diálogo, mas, caso não queiram se aliar à campanha, não serão poupados de críticas. O ex-prefeito de Juiz de Fora, que passou mais de 40 anos no PMDB, é um fiel defensor da fidelidade partidária e acredita que seus correligionários devem mesmo é seguir a decisão da legenda.

 

Lacerda

Em relação ao prefeito de Belo Horizonte, o candidato do PSB ao Governo de Minas tratou ontem a questão com temperança. Tarcísio avaliou que não cabe a ele julgar a opção de Lacerda, apesar de defender que o melhor seja que o prefeito reveja sua posição, que é a de aliança com os tucanos. Para Tarcísio, cabe ao PSB discutir com o prefeito da capital o futuro dele na legenda, evitando, porém, possíveis rusgas entre os quadros do partido.

 

Adoção

Tramita na Câmara Municipal projeto de lei que permite a "adoção" de uma obra de arte pela iniciativa privada, a quem caberiam a execução e a manutenção de monumentos públicos tombados, declarados de interesse cultural. Pela proposta, o Executivo deverá estabelecer quais monumentos serão contemplados, bem como definir as parcerias e o espaço da empresa para divulgação do financiamento. A matéria, de autoria do vereador Isauro Calais (PMN), também cria um cadastro do patrimônio disponível para o programa.

 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?