Publicidade

15 de Julho de 2014 - 08:38

Compartilhar
 

PIMENTEL NA SOLAR

O candidato do Partido dos Trabalhadores, Fernando Pimentel, ainda espera contar com o apoio do prefeito Bruno Siqueira (PMDB) e tê-lo em seu palanque. Ontem, durante entrevista no programa "Rádio vivo", da Rádio Solar AM, ele foi enfático em reafirmar que recebe o apoio do PMDB e que estará alinhado com o partido "e, com certeza, com o prefeito Bruno também". O candidato petista, além de enfatizar ser amigo do chefe do Executivo, disse que os políticos têm um tempo próprio para suas decisões, e com certeza o prefeito terá seu tempo. "Não tenho dúvidas de que ele virá." Pimentel falou de suas ações para a região e mostrou-se conhecedor das demandas da Zona da Mata, a começar pelo Aeroporto Regional Presidente Itamar Franco. Criticou o sistema tributário mineiro, que classificou de atrasado, e garantiu que fará mudanças, sem entrar na guerra fiscal, capazes de garantir a permanência das indústrias em Minas Gerais, hoje atraídas por propostas mais em conta do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Na sua avaliação, é possível também aproveitar o potencial das 11 universidades federais e seis institutos tecnológicos, que, pela via do conhecimento, vão levar ao desenvolvimento.


Demandas

A entrevista de Fernando Pimentel foi a segunda da série que a Rádio Solar AM está produzindo com os candidatos. O primeiro foi o tucano Pimenta da Veiga, e o próximo, já na segunda-feira, dia 21, será o candidato do PSB, Tarcísio Delgado. As entrevistas são pautadas pelas demandas de Juiz de Fora e dos municípios em seu entorno, além dos demais da Zona da Mata. A produção do programa levantou as principais questões da região e, agora, na fase de entrevistas, está submetendo os questionamentos da população aos candidatos.


Agora vai

Terminada a Copa do Mundo, os candidatos estão convencidos de que agora a campanha eleitoral deslancha, embora o horário gratuito no rádio e na televisão só esteja previsto para o mês que vem. É que, sem o futebol, há espaço para apresentação de proposta pelos carros de som e pela internet. Até então, estes espaços estavam interditados, pois o eleitor/torcedor não tinha tempo e nem disposição para discutir política. Com o resultado da Seleção Brasileira, muitos pretendem esperar mais um pouco para enfrentar o humor das ruas.


Sacolas

O "Minas Gerais", diário oficial do estado, publicou na sua edição de sábado a sanção pelo governador Alberto Pinto Coelho de lei que normatiza a distribuição de sacolas plásticas aos consumidores, cujo projeto é de autoria do tucano Leonardo Moreira. A nova lei determina que, nas sacolas fornecidas pelo comércio, constem, em caracteres visíveis, informações sobre peso e volume por elas suportados, de acordo com as normas técnicas da ABNT. A nova lei entra em vigor em 180 dias, após publicação. Nos municípios com coleta seletiva e usina de compostagem, o comércio deverá disponibilizar sacolas plásticas recicláveis ou biodegradáveis.


Promotores

Na mesma edição, foi publicada a sanção da lei complementar que muda trecho da Lei Orgânica do Estado no trecho que estabelecia que a vaga decorrente de remoção - mudança de comarca - de membro do Ministério público deveria ser provida obrigatoriamente por promoção. Pela nova regra, passam a ser privilegiados para ocupar as vagas de remoção os membros de entrância inferior, que são aquelas comarcas de início de carreira, cujo movimento forense é menor. O objetivo da mudança é aumentar as possibilidades de provimento de promotorias de Justiça situadas em regiões menos atrativas do estado.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?