Novo projeto valoriza a música autoral de JF

Primeira edição do Cover is Over reúne quatro bandas, de gêneros distintos, para mostrar a nova cara da produção local independente

Por Carime Elmor

11/08/2017 às 22:18hs - Atualizada 11/08/2017 às 22:23hs

Em tom provocativo, cansados dos “nãos” das casas de show e também da obrigatoriedade em se tocar cover, quatro bandas de Juiz de Fora se reúnem para o projeto Cover is Over. A primeira edição desse minifestival acontece neste sábado, 12, no Bar La Cucaracha, à partir das 16h.
Radiocafé é indie rock, com sonoridade influenciada por bandas inglesas, Algarabya é um trio que busca ritmos brasileiros tradicionais, Trastre é hardcore, punk metal, e Desangre, a mais pesada delas, é grindcore e death metal. Os quatro, em desencontros de sonoridades e experimentações musicais, se encontram pelo mesmo motivo de quererem tocar, tocar alto, fazendo com que a cidade os escute. Essa é a principal confluência de uma geração de músicos que busca apoio e união.

Como um festival de música, a proposta é a da escuta do novo. Se alguém já acompanha a Traste e sabe o álbum “3 em 1” de cor, o Cover is Over permite que o público esteja aberto a conhecer outras propostas inventivas dentro de Juiz de Fora. Radiocafé está em fase de produção de seu full album, o material está gravado e, agora, estão construindo a identidade visual. “Traste” lançou seu LP 7 polegadas e está em etapa de distribuição, junto a um merch super do-it-yourself. A banda se deu em um encontro de amigos da faculdade de artes, então há uma criação sonora sempre envolvida com muita estética e plasticidade. Algarabya é formação recente, um filho da antiga banda Aguardela. Nos concertos, rememoram algumas destas canções, mas já compuseram, juntos, novidade. Como bem disse Pedro Salim, vocalista e violonista, o que temos de sobra no Brasil são bons músicos. “Algarabya”, “Atrasados”, “Pacha Kuti” e “A Dança” serão tocadas no sábado, junto à performance utilizando um estandarte artesanalmente peculiar. Da Desangre, espere mosh, grito e ruídos ensurdecedores.

Em conversa com a Tribuna, Guilherme Melich (Traste), Pedro Salim (Algarabya) e Rodrigo Coura Dias (Radiocafé) contam sobre o evento e fazem outras análises sobre o rock independente e o que seria o “underground”. Confira o vídeo:

O conteúdo continua após o anúncio

 

Cover is Over
12 de agosto – 16h
Bar La Cucaracha: Av. Pedro Henrique Krambeck, 1399 – São Pedro


Mais podcasts




Desenvolvido por Grupo Emedia