JF. sexta-feira 26 mai 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
15 de fevereiro de 2017 - 18:23

Polícia Civil prende pedófilo que mantinha contato com meninas pela internet

Por Marcos Araújo
Polícia  Civil apreendeu material na casa do suspeito( Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Polícia Civil apreendeu material na casa do suspeito( Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um homem de 47 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil depois de marcar um encontro  com uma menina de 12 anos. Ele mantinha contato com a garota por meio de uma rede social e a orientava a enganar a sua mãe, para que os dois pudessem se encontrar. Na casa dele, no Bairro Jardim Casablanca, na Cidade Alta, foram apreendidas diversas peças de roupas de criança, como calcinhas e sapatos, cerca de 200 preservativos e uma foto de outra menina, de aproximadamente 10 anos, com uma declaração de amor para o preso na parte de trás. A prisão foi deflagrada pela equipe da Delegacia de Mulheres, comandada pela delegada Sheila Oliveira, em um ponto de ônibus, na entrada do Bairro Serro Azul, onde ele acreditava que iria se encontrar com a vítima.

O encontro foi induzido pelos próprios policiais depois que a mãe da menina procurou a delegacia, na semana passada, para denunciar o caso. De acordo com a delegada, a própria vítima contou para a mãe o que estava acontecendo. O homem e a menina iniciaram as conversas pela rede social em abril de 2016, mas, na época, ela não correspondia. Todavia, eles voltaram a manter contato em janeiro deste ano. “Não é comum a vítima contar o que se passa. Na verdade, penso que ela se sentiu amedrontada depois de certo nível de conversa. Ao mesmo tempo que utilizava conversas lúdicas, ele dizia palavras pornográficas para a menina, sempre pedindo o número do whatsapp, ensinando a garota a mentir para sua mãe, além de pedir para que eles se encontrassem escondidos e que a mãe dela não precisava saber”, destacou Sheila.

A policial lembra que faz parte do perfil de pedófilos demonstrar o mesmo interesse pelo universo da criança. Conforme ela, é uma característica do pedófilo saber se comunicar com meninos e meninas para poder se aproximar e depois introduzir nas conversas temas de cunho sexual e libidinoso.”Quando eles marcaram o encontro, ele pediu para a menina levar R$ 1 em balas”, relatou a delegada. Até o momento, não foram identificados outros casos envolvendo o homem, mas com ele foi apreendido um celular e, na casa dele, mais quatro aparelhos. “Ele mesmo contou que usava esses telefones para contatos no whatsapp e para usar o Facebook. Durante as investigações, vou representar pela quebra de sigilo de dados de internet e whatsapp dele e, provavelmente, encontraremos outras provas e até outras vítimas”, acrescentou Sheila, afirmando que, no perfil dele na rede social, há diversos contatos de crianças.

O homem foi autuado por tentativa de estupro de vulnerável e conduzido para o Ceresp. Caso condenado por este crime, ele pode pegar de 8 a 15 anos de prisão, com redução da pena por se tratar de uma tentativa. Durante a coletiva à imprensa na qual o preso foi apresentado pela Polícia Civil, ele disse que apenas queria ajudar a menina e orientá-la sobre assuntos relacionados a namoro. Sobre as roupas de criança recolhidas na residência dele, o homem alegou que se tratava de doações, já que ele tem filhas. Todavia, conforme a polícia, as filhas dele já são adultas.

Alerta
“Os pais precisam ficar de olho. Às vezes, os responsáveis estão preocupados com os perigos do lado de fora de casa e acabam entregando um celular para a criança com sinal de internet aberto. Ali, a criança tem o mundo. Há coisas boas, mas muitas outras inapropriadas para a criança e para o adolescente. O pai precisa fiscalizar o celular e as redes sociais, para saber quem são os amigos do filho e com quem eles mantêm contato.”

Publicidade

Top