Publicidade

21 de Maio de 2014 - 17:14

Por Tribuna

Compartilhar
 
Prêmio foi entregue em solenidade realizada na noite de terça-feira, em Belo Horizonte
Prêmio foi entregue em solenidade realizada na noite de terça-feira, em Belo Horizonte

Juiz de Fora foi uma das seis cidades cujo o chefe do Executivo recebeu o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, em solenidade realizada na noite dessa terça-feira (20), em Belo Horizonte. Bruno Siqueira (PMDB) foi premiado na categoria "Lei Geral", com o projeto Lei Geral Implementada, que tem foco no micro e individual empreendedor, além de micro e pequena empresa. O prefeito também foi um dos três contemplados na categoria "Melhor projeto" com o JF Empregos, site de anúncio de empregos e currículos. O município foi o único agraciado com duas premiações. Ao todo, foram sete categorias: Melhor Projeto (com três ganhadores); Lei Geral Implementada; Compras Governamentais; Desburocratização; Pequenos Negócios no Campo; Pequenos Negócios nos Eventos Esportivos e Novos Projetos. Os outros municípios que tiveram seus chefes do Executivo premiados foram Mateus Leme, Uberaba, Belo Horizonte, Cristália, Ilicínea, Mariana e São Gonçalo do Rio Abaixo. De acordo com o Sebrae, neste ano, Minas Gerais teve 255 municípios inscritos.

A Lei Geral Implementada começou a ser aplicada em 2011. Na época, o Sebrae entregou à cidade o certificado de Cidade com Lei Geral Implementada, reconhecendo o empenho prestado para o desenvolvimento econômico local e regional com o apoio ao tratamento jurídico diferenciado, simplificado e favorecido aos Microempreendedores Individuais (MEIs), às Empresas de Pequeno Porte (EPPs) e às Microempresas (Mês). Em 2013, o prefeito nomeou integrantes do Executivo para o Grupo de Trabalho de Implementação da Lei Geral, que tem como objetivo facilitar a articulação da Prefeitura e do Sebrae e sensibilizar o Poder Público sobre a importância do funcionamento da Lei.

Em novembro do mesmo ano, foi criada a "Consulta Prévia online" no portal da Prefeitura (www.pjf.mg.gov.br). A ferramenta permite aos usuários consultarem os possíveis locais para iniciar um novo negócio, o que corresponde ao primeiro passo para a obtenção do alvará municipal. A consulta diminuiu os prazos de emissão do alvará e aumentou a eficiência do serviço público, "desafogando" a estrutura de atendimento ao cidadão. Já em dezembro, foi publicado o primeiro edital de compras públicas exclusivas para micro e pequenas empresas em Juiz de Fora, beneficiando as mesmas nas compras da Prefeitura.

O site JF Empregos foi lançado em junho de 2012 para integrar o mercado de trabalho da cidade, aproximando mão de obra local às vagas disponibilizadas pelas empresas. Em 2013, houve um redirecionamento no foco das ações, passando para a qualificação profissional, com o objetivo de preparar as pessoas para o primeiro emprego ou reinserção no mercado de trabalho. Outro ganho do portal foi a identificação da necessidade de instalação de um Centro de Referência do Trabalhador e Empreendedor, em fase de estudos pela Prefeitura. A ideia é o atendimento unificado da população, com espaço destinado a cursos para os profissionais em busca de qualificação, cadastro de currículo, encaminhamento para cursos de capacitação (Pronatec), suporte aos assistidos por programas sociais e pessoas com deficiência, confecção de carteira de trabalho e acesso ao seguro desemprego, entre outros.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?