Publicidade

02 de Julho de 2014 - 15:49

Por Tribuna

Compartilhar
 
Vinte profissionais levaram cartazes para o Centro
Vinte profissionais levaram cartazes para o Centro

Atualizada às 21h32

Delegados de Polícia Civil de Juiz de Fora e região realizaram, na tarde desta quarta-feira (2), um manifesto em frente à Câmara para expor à população a insatisfação da classe sobre as negociações salariais junto ao Governo estadual. Com cartazes espalhados pelo chão, a categoria ainda distribuiu panfletos aos pedestres. A ação foi a sexta paralisação de 12 horas feita em todo estado. Encabeçado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepominas), o movimento juiz-forano durou cerca uma hora e reuniu 20 delegados. Segundo o sindicato, a suspensão das atividades atingiu praticamente todas as delegacias mineiras e, na cidade, cerca de 50 delegados aderiram ao movimento.

"Os 20 presentes ajudaram a mostrar a verdadeira essência do ato", explicou o presidente do Sindepominas, Marco Antônio de Paula Assis, acrescentando que o objetivo é "recuperar o prestígio da autoridade policial". No caso de não haver conversa com o Governo, o presidente não descartou a possibilidade de uma greve. "É uma decisão que precisa de cautela, pois quem sofrerá será a população. É um transtorno que queremos evitar." Os delegados pedem pela valorização e igualdade de remuneração em relação a outras carreiras jurídicas do estado. 

A assessoria da Polícia Civil de Minas Gerais informou que o movimento não afetou o atendimento e os procedimentos das delegacias. Já a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) enviou nota dizendo que o Governo de Minas estabelece permanente diálogo com as categorias e que, no dia 7 de junho, foi instituído o grupo de trabalho para elaborar estudo sobre a viabilidade de implantação de subsídio para a carreira de delegado de polícia. A reunião inicial está agendada para hoje. Além disso, a Seplag informou que a categoria, assim como a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, foi contemplada com uma política remuneratória específica. 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?