Publicidade

15 de Julho de 2014 - 08:16

Na luta por uma vaga na Assembleia Legislativa, há 22 nomes; para a Câmara dos Deputados, são 19 candidatos por Juiz de Fora

Por RENATO SALLES

Compartilhar
 
Victória é candidata à vice na chapa do PSOL-PSTU
Victória é candidata à vice na chapa do PSOL-PSTU
Tarcísio concorre ao Governo de Minas pelo PSB
Tarcísio concorre ao Governo de Minas pelo PSB

A lista dos candidatos de Juiz de Fora que buscam um cargo eletivo nas eleições de outubro contempla 43 nomes até agora. A grande maioria está de olho em um cargo legislativo e, até o momento, inclui 41 nomes (ver arte), sendo 22 postulantes à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e 19 à Câmara dos Deputados. O número ainda pode aumentar já que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) analisa alguns pedidos de registro, como o do vereador Vagner de Oliveira (PR), que pretende se lançar na corrida por uma cadeira na ALMG e já encaminhou documentação ao TRE. O tribunal tem até o dia 5 de agosto para julgar os mais de 1.800 pedidos protocolados em todo o estado. Além daqueles que vão correr por cadeiras na Assembleia e no Congresso, o município ainda tem dois nomes locais no pleito para o Palácio Tiradentes. Ex-prefeito de Juiz de Fora por três mandatos, Tacísio Delgado (PSB) disputa pela primeira vez ao Governo de Minas. Entre os postulantes ao Executivo estadual, aparece ainda Victória Mello (PSTU), militante do movimento sindical juiz-forano, lançada como vice-governadora na chapa encabeçada por Fidélis Alcantara (PSOL).

Com vários nomes colocados para a apreciação do eleitorado, a disputa para os parlamentos promete ser acirrada na cidade. Eleitos em 2010, os deputados federais Júlio Delgado (PSB), Marcus Pestana (PSDB) e Margarida Salomão (PT) voltam ao páreo pela manutenção de suas cadeiras no Congresso Nacional. Além dos três parlamentares, Juiz de Fora tem ainda outros 16 postulantes ao Congresso. Dois deles voltam à disputa após serem candidatos em 2010: Detinho (PSC) e Wadson Ribeiro (PC do B). A principal novidade da relação é Giovane Gávio (PSDB). Bicampeão olímpico com a Seleção Brasileira de Vôlei, o ex-atleta juiz-forano se filiou às hostes tucanas em resposta a um convite feito pelo senador Aécio Neves (PSDB), que irá disputar a Presidência da República. A relação traz ainda outros concorrentes que já testaram seus prestígios nas urnas, como o ex-vereador Vanderlei Tomaz (PSC) e Marcos Aurélio Paschoalin (PSD), que se lançou candidato à Prefeitura em 2012, quando ainda era integrante do PRP.

A disputa pelo voto do eleitor juiz-forano também será grande entre os candidatos a deputado estadual. Até o momento, são 22 nomes com atuação política ou domicílio eleitoral na cidade. Dois deles tentam a reeleição: Lafayette Andrada (PSDB) e Leonardo Moreira (PSDB). Apesar de serem do mesmo partido, os dois parlamentares mostram confiança em um bom desempenho por terem uma votação diluída por vários municípios da região. A concorrência também bate às portas da Câmara Municipal. Cinco nomes já têm suas candidaturas em trâmite no TRE: Isauro Calais (PMN), Luiz Otávio Coelho (Pardal, PTC), Noraldino Júnior (PSC), Roberto Cupolillo (Betão, PT) e Wanderson Castelar (PT). O número de vereadores candidatos pode aumentar, caso o TRE reconheça o registro de Vagner, com o total de postulantes no Palácio Barbosa Lima chegando a seis nomes, praticamente um terço da atual Legislatura. Quem também colocará seu prestígio à prova é o ex-secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge, que figura entre outros concorrentes que também tentarão seus primeiros cargos eletivos.

 

Crescimento

O total de 43 candidaturas até o momento supera de forma tímida o observado nesta mesma etapa nas eleições de 2010, quando a cidade tinha 41 candidaturas sob apreciação do TRE. À época, o eleitorado juiz-forano ajudou a eleger seis nomes locais. Para Assembleia, Lafayettte Andrada, Leonardo Moreira e o atual prefeito Bruno Siqueira garantiram suas cadeiras na ALMG. Eleito prefeito de Juiz de Fora, Bruno deixou o Parlamento mineiro dois anos depois. Para a Câmara dos Deputados, Júlio Delgado e Marcus Pestana se elegeram, com Margarida Salomão ficando como primeira suplente de sua coligação, assumindo mandato no início de 2013. Os votos da cidade ainda foram preponderantes para a eleição do ex-presidente Itamar Franco ao Senado, cerca de um ano e meio antes de sua morte. Este ano, não há candidatos a senador por Juiz de Fora.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você confia nas pesquisas eleitorais?