Publicidade

30 de Abril de 2014 - 10:37

Manifestantes cobram do Governo federal uma negociação para colocar fim aos 44 dias da greve dos servidores públicos

Por Tribuna

Compartilhar
 
Trânsito nas vias próximas ficou congestionado, principalmente no sentido Centro/São Pedro
Trânsito nas vias próximas ficou congestionado, principalmente no sentido Centro/São Pedro

Estudantes da UFJF fecharam a entrada do Pórtico Norte do campus em um protesto na manhã desta quarta-feira (30). O tráfego na Rua Engenheiro Gentil Forn, no sentido Centro/São Pedro chegou a ficar praticamente parado por volta das 9h. Os manifestantes permitiam apenas o trânsito de veículos que deixavam o campus pelo Pórtico Norte. A saída e entrada de carros pelo Pórtico Sul, no Dom Bosco, não foram afetadas. A mobilização foi planejada pelo recém-criado comitê "Pela UFJF que queremos", organização que reúne representantes de diversas categorias estudantis, como diretórios e centros acadêmicos da UFJF, Assembleia Nacional dos Estudantes (Anel) e União Nacional dos Estudantes (UNE). O grupo cobra que o Governo federal negocie com os servidores públicos federais, em greve há 44 dias, de forma que as conversas permitam o rápido retorno do funcionamento dos serviços na universidade.

De acordo com a estudante Patrícia Duarte, membro do comitê "Pela UFJF que queremos", a organização luta "pela qualidade da educação pública, contra as privatizações e a favor de pautas específicas da universidade". O servidor Fabrício Linhares, que estava na manifestação para apoiar os estudantes, explicou que um dos objetivos da ação é apoiar a greve dos servidores, mas também cobrar do Governo federal e da Reitoria da UFJF uma solução para o impasse. "Na segunda-feira houve uma assembleia, na qual um grupo de estudantes decidiu abrir o RU (fechado por conta da greve). O outro grupo de estudantes achou que era necessário fazer uma ação sem interferir na greve dos servidores, e agendou essa manifestação de hoje."

A mobilização dos estudantes começou por volta das 6h. Uma hora depois, a saída do Pórtico Norte do campus foi fechada. Uma assembleia ainda na manhã desta quarta-feira deve decidir os rumos do movimento. O grupo deve solicitar um encontro com o reitor Henrique Duque.

Agentes da Settra e do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar ajudaram a controlar o trânsito, que ficou bastante confuso. Um acidente entre moto-escola e um automóvel particular complicou ainda mais o fluxo na Rua Eugênio Nascimento, via do São Pedro que estava sendo rota alternativa. A rua operou em sistema de pare e siga. O Samu foi acionado para atender a ocorrência, e agentes de trânsito ajudaram a controlar o tráfego de veículos no local.

 

Restaurante Universitário

A UFJF garante que vai se posicionar nesta quarta-feira sobre a retomada das atividades dos restaurantes universitários ligados à instituição. A Pró-reitoria de Planejamento vai definir a forma de funcionamento dos RUs durante a greve dos servidores. Por se tratar de serviço essencial à comunidade, a execução dos serviços deve ser garantida na proporção mínima de um terço do contingente de servidores efetivos.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?