Publicidade

29 de Abril de 2014 - 07:00

Cidade será a quinta do país e a primeira em Minas a integrar o projeto 'Juntos pelo desenvolvimento sustentável'

Por Gracielle Nocelli

Compartilhar
 
Representantes da PJF se reuniram com empresários da cidade para apresentar projeto
Representantes da PJF se reuniram com empresários da cidade para apresentar projeto

Juiz de Fora será a quinta cidade do país e a primeira em Minas Gerais a participar do projeto "Juntos pelo desenvolvimento sustentável", realizado pela Comunitas, uma organização da sociedade civil de interesse público, fundada em 2000 por Ruth Cardoso, que trabalha com o engajamento de lideranças empresariais a fim de incentivar o desenvolvimento social do país e contribuir para o aprimoramento dos investimentos sociais corporativos. A proposta é aprimorar a gestão pública dos municípios. A partir da parceria com instituições de renome nacional, será feito um diagnóstico na cidade para elaboração de ações que priorizem o equilíbrio fiscal da Administração e incentivem a inovação dos serviços públicos de atendimento ao cidadão. O valor do investimento que será destinado ao projeto no município é de aproximadamente R$ 3 milhões, mas 75% dos recursos serão garantidos pelas empresas que integram a organização. Os outros 25% serão captados com a iniciativa privada local. Nesta segunda-feira (28), foi realizada uma reunião entre representantes da Comunitas, Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e empresários da cidade para apresentação do projeto, que tem lançamento previsto para maio.

Para o prefeito Bruno Siqueira, a iniciativa será uma grande oportunidade para a cidade. "O ano passado estávamos trabalhando para contratar um serviço de consultoria em gestão com recursos da Prefeitura. Agora seremos contemplados com este trabalho." Ele destaca que o investimento recebido não será direcionado aos cofres públicos, mas à execução do projeto de melhorias, que será realizado por três instituições parceiras da organização: Falconi Consultores de Resultado, com foco em gestão; o Instituto Tellus, voltado para sistema de inovação tecnológica; e o Centro de Liderança Pública (CLP), responsável pela capacitação e treinamento de pessoal.

O trabalho desenvolvido irá englobar toda a Administração. "A ideia é criar iniciativas que permitam melhorar a gestão como um todo e, assim, possibilitar o aumento da arrecadação para termos mais recursos que possam ser aplicados na saúde, na educação, na cultura, por exemplo. Quando falamos em arrecadar mais, vale ressaltar que isso não significa criar novos impostos. Queremos alcançar este resultado a partir do aprimoramento dos nossos processos", explica a secretária de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Elisabeth Jucá. "A Comunitas trabalha para fortalecer os municípios por meio da gestão pública, nós teremos a oportunidade de ser uma das cidades brasileiras a receber este serviço." Campinas (SP), Paraty (RJ), Pelotas (RS) e Santos (SP) também foram escolhidas para participarem do projeto.

De acordo com Jucá, o interesse da Comunitas por Juiz de Fora foi concomitante ao do município pelo projeto. "Quando vimos os resultados alcançados em Campinas, procuramos a organização. Para nossa felicidade, eles já estavam querendo que a nossa cidade integrasse este trabalho." Com início previsto para o mês de maio, o projeto terá duração de até dois anos. Neste período, serão realizadas as etapas de diagnóstico, ações de melhorias e capacitação de profissionais que deem sequência ao processo iniciado.

 

Iniciativa privada

A participação das empresas locais será feita por meio do aporte financeiro. A expectativa é que companhias de diferentes setores participem da iniciativa, que abrange a área de responsabilidade social. Em Juiz de Fora, a Votorantim Metais, que já integra a Comunitas, foi nomeada líder parceira.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a companhia declarou que acredita no fortalecimento da relação entre o Poder Público e a iniciativa privada como forma de fomentar o desenvolvimento local. "Esperamos contribuir na realização de um trabalho de modernização da Administração pública, potencializando o crescimento responsável de Juiz de Fora", afirmou em nota.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?