Publicidade

06 de Junho de 2014 - 13:47

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 19h54

O ex-vereador e advogado Josemar da Silva foi transferido para o Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem (MG), na tarde de quinta-feira (5). Ele estava no Ceresp depois de ter sido preso no Rio de Janeiro, na última segunda-feira, e trazido para Juiz de Fora. O diretor da unidade prisional, Giovane de Moraes Gomes, disse à Tribuna que a transferência do ex-parlamentar se deu por conta do pavilhão especial para advogados existente em Contagem. No Ceresp, Josemar dividiu cela especial com outros quatro detentos também com curso superior. O diretor ainda informou que a mudança foi comunicada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

Por telefone, o advogado de defesa do ex-parlamentar, Fabrício de Carvalho Rocha, confirmou a transferência de Josemar para Contagem, mas não deu detalhes "por se tratar de uma questão complexa". Porém, ressaltou que fará todos os esclarecimentos na próxima semana. 

Josemar foi preso pela Polícia Federal (PF), no Rio de Janeiro, com mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da 3ª Vara Federal, Bruno Savino. Em virtude do sigilo sob o qual corre o processo, o juiz não forneceu informações. Entretanto, a Tribuna descobriu que a detenção estaria relacionada a falsidades documentais na constituição de empresas participantes de licitações públicas. Algumas dessas firmas teriam, nos últimos anos, sofrido constantes alterações no quadro societário e nos endereços. As mudanças dificultaram a cobrança de tributos federais, resultando em fraude contra a União.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?