Publicidade

07 de Maio de 2014 - 21:41

Por Tribuna

Compartilhar
 
Fila dobrou quarteirão da Justiça Eleitoral no Poço Rico
Fila dobrou quarteirão da Justiça Eleitoral no Poço Rico

Até 1.200 pessoas podem ter passado pelos cartórios eleitorais de Juiz de Fora nesta quarta-feira (7), o último dia do prazo para regularizar o título de eleitor para participar da eleição em outubro. Entre o último final de semana, quando os funcionários da Justiça Eleitoral na cidade trabalharam em esquema de plantão e os últimos três dias, quando o horário de atendimento ao público foi ampliado em duas horas, mais de três mil eleitores foram atendidos em cinco dias. O comparecimento à Justiça Eleitoral foi necessário para aqueles que precisavam tirar o título de leitor pela primeira vez ou solicitar transferência de domicílio eleitoral e de sessão de votação.

A previsão é de que a consolidação do número de pessoas com domicílio eleitoral em Juiz de Fora seja divulgado até o final do mês. Nas últimas eleições municipais, em 2012, 386.662 eleitores reuniam condições de comparecer às urnas. Com relação às eleições de 2010, quando 378.320 pessoas estavam aptas a votar, o crescimento do eleitorado entre um pleito e ouro foi de pouco mais de 2%. Aqueles que não conseguiram regularizar suas situações a tempo estarão sujeitos a sanções como, por exemplo, ficar impossibilitado de inscrever-se em concurso público ou obter documentos como passaporte e CPF.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?