Publicidade

20 de Março de 2013 - 21:02

Por Tribuna

Compartilhar
 
Manifestantes caminharam pelo calçadão da Halfeld, até a Câmara Municipal
Manifestantes caminharam pelo calçadão da Halfeld, até a Câmara Municipal

Os protestos contra a permanência do deputado Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos também ecoaram no Palácio Barbosa Lima. Um grupo de estudantes se reuniu na noite desta quarta-feira (20) no Parque Halfeld, em frente à Câmara Municipal, para manifestar contra a eleição do pastor. "A sociedade precisa se mexer para tirar esse tipo de político do poder. O movimento saiu das redes sociais e ganhou as ruas em todo país", afirma a estudante Letícia Castelli, uma das organizadoras do ato. Esta é a segunda vez que os jovens protestam contra o pastor na cidade. O primeiro aconteceu no início do mês, dia 9, com apoio do Movimento Gay de Minas (MGM).

O manifesto desta quarta acabou atingindo o vereador Noraldino Júnior, líder do PSC no Legislativo, que foi mencionado aos gritos pelos manifestantes. "Noraldino não nos representa", entoaram diante do parlamentar, nas escadarias da Câmara. Na semana passada, Noraldino foi o único vereador a votar contra uma moção de repúdio à escolha do pastor Feliciano na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Após a manifestação, Noraldino procurou o grupo para fazer suas ponderações. "A decisão que trata ou não da retirada do pastor cabe ao partido, mas reforço que eu e o PSC somos contra qualquer tipo de discriminação", afirmou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?