Publicidade

10 de Março de 2014 - 19:30

Por Tribuna

Compartilhar
 

Diversas entidades médicas, entre elas o Conselho Federal de Medicina (CFM), realizarão paralisação nacional no SUS e nos convênios no próximo dia 7 de abril, data em que é celebrado o Dia da Medicina. A data será marcada por atos públicos contra os problemas que afetam o setor suplementar de saúde. Neste mesmo dia devem ter início as mobilizações da categoria quanto à recomposição de honorários no Sistema Único de Saúde (SUS), cuja negociação também está prevista para abril. Será o quarto ano consecutivo em que os médicos se mobilizam em prol de melhorias no setor.

Desta vez, a categoria definiu itens de reivindicação. Além do reajuste adequado dos valores das consultas e procedimentos, a classe cobra uma nova contratualização e hierarquização dos procedimentos médicos, baseada nas propostas das entidades médicas nacionais apresentadas desde abril de 2012. Também pede o fim da intervenção dos planos de saúde na autonomia da relação médico-paciente. Em Juiz de Fora, segundo o presidente do Sindicato dos Médicos, Gilson Salomão, a paralisação está confirmada, e os médicos devem fazer ato público em frente ao PAM-Marechal.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?