Publicidade

29 de Maio de 2014 - 11:10

Por Tribuna

Compartilhar
 
Longa fila de alunos se formava na área externa do restaurante
Longa fila de alunos se formava na área externa do restaurante

Atualizada às 224h01

Seguindo o calendário de atividades da greve dos técnico administrativos da UFJF, que já dura 73 dias, foi realizado nesta quinta-feira (29), no Restaurante Universitário (RU) do campus, um novo "roletaço". Às 11h, antes das catracas serem liberadas para que estudantes e funcionários da instituição almoçassem de graça, grevistas responsáveis pelo movimento discursaram  e explicaram o motivo da ação. Segundo o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores Técnico Administrativos das Instituições Federais de Ensino do Município de Juiz de Fora (Sintufejuf),Paulo Dimas, foram distribuídas cerca de quatro mil refeições. 

Os estudantes demonstraram apoio ao movimento. "Sou a favor de melhorias para a classe. O servidores estão lutando por seus direitos", disse o estudante de comunicação social Caio Zóia, 21 anos. Para ele, o ato beneficia e dá mais força à greve. Thales Tácito, 22, do curso de psicologia, contou que está do lado dos servidores, mas tem medo de ser prejudicado. "Podemos perceber que os técnicos estão sem incentivo para trabalhar. Me formo do final do ano e espero que, até lá, tudo esteja resolvido entre a classe e o Governo. Com a greve, não conseguirei receber meu diploma."

"Fizemos a segunda edição da ação pelo mesmo motivo: queremos mostrar aos estudantes que não estamos contra eles. Nosso problema é com o Governo federal, que depois de 73 dias de paralisação ainda não aceitou qualquer proposta." Dimas afirmou que a pauta de reivindicações não mudou. Os servidores lutam pelo aprimoramento da carreira e requerem a fixação de uma data base, a fim de garantir o aumento salarial superior à inflação.

Uma nova atividade do movimento grevista está marcada para esta sexta. Às 9h, um grupo de enfermeiros do grupo de atenção primária à saúde da universidade, em parceria com o Sintufejuf, irá se reunir na entrada do RU do Centro, na Rua Santo Antônio, para aferir pressão arterial e realizar exames de glicemia das pessoas que passarem pelo local. Na ocasião, também será explicado ao público os rumos do movimento. Nova assembleia da categoria está agendada para a próxima terça-feira. 

A assessoria de imprensa da UFJF  informou que o posicionamento da instituição a respeito da greve dos servidores não mudou. A universidade ressaltou que "respeita integralmente a autonomia e a legitimidade dos movimentos e lutas das categorias que formam a comunidade universitária".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?