Publicidade

19 de Maio de 2014 - 22:00

Ex-ministro Pimenta da Veiga, candidato a governador, terá como vice o presidente da ALMG, Dinis Pinheiro. Anastasia vem a Senador

Por Tribuna

Compartilhar
 

O PSDB oficializou nesta segunda-feira (19), em evento do partido em Belo Horizonte, a chapa do ex-ministro Pimenta da Veiga para o Governo do estado. Ela terá como candidato a vice-governador o atual presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Dinis Pinheiro (PP), e como candidato ao Senado o ex-governador Antônio Anastasia (PSDB, 2011-2014), que renunciou ao cargo no início do ano para participar do plano de campanha do candidato tucano à Presidência da República, o ex-governador Aécio Neves. O partido tenta se manter à frente do Palácio Tiradentes, depois de onze anos de Governo, quando assumiu o Governo no mandato de Aécio, em 2003, que foi seguido pelo de Anastasia. A chapa será homologada em convenção da legenda, marcada para 10 de junho. O evento reuniu prefeitos, parlamentares e militantes.

O anúncio oficial das candidaturas foi feito pelo próprio Aécio, que pediu a continuidade do trabalho que vem sendo feito no estado. "Com Pimenta e com o povo mineiro, vamos mostrar que aqui não. Aqui em Minas o trabalho vai continuar", destacou. A aliança, nomeada "Movimento todos por Minas", é resultado da coalizão partidária do PSDB com mais 19 siglas. Sobre Pimenta da Veiga, o senador lembrou a trajetória do candidato, que já ocupou os cargos de prefeito de Belo Horizonte, ministro das Comunicações - durante o governo Fernando Henrique Cardoso - e atualmente é presidente do Instituto Teotônio Vilela de Minas Gerais, órgão de formação política do PSDB.

Para o deputado federal Marcus Pestana, que será candidato a reeleição e articulador nas campanhas de Aécio, à Presidência, e Pimenta, ao Governo estadual, a chapa reúne o que há de melhor nos quadros das legendas que compõem a coalizão. "Demos mais um passo adiante e vamos 'colocar o time em campo', com um dos mais experientes políticos mineiros, Pimenta da Veiga, um grande líder como Dinis Pinheiro e o maior gestor do Estado de Minas Gerais, que é o ex-governador Anastasia." Durante o evento, já como candidato a senador, Anastasia disse que, se eleito, vai destinar seu mandato a defender a federação e o estado de Minas. "Uma federação equilibrada, como temos na maior parte dos países desenvolvidos do mundo, significa mais recursos para saúde, para a educação, para a segurança. Uma ação mais eficaz dos governos locais", disse o ex-governador.

Durante a articulação da aliança, o deputado Dinis Pinheiro chegou a deixar o PSDB para filiar-se ao PP, visto que uma chama "puro-sangue" liderada pelos tucanos ia de encontro ao interesse de outras legendas. O "Movimento todos por Minas" é composto por 20 partidos: PSDB, PP, DEM, PPS, PDT, PTB, PSD, PR, PV, PTdoB, PHS, PRB, PSC, PSDC, PEN, PMN, PSL, PTC, PTN e Solidariedade.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?