JF. domingo 30 abr 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
20 de abril de 2017 - 12:51

Produtos furtados em sítios na Zona Norte são localizados dentro de clube desativado

Dois homens foram detidos pela polícia e outros três estão foragidos; até bezerros levado por bandidos estavam sendo criados no antigo Clube Thermas
Por Tribuna

Para que todo o material fosse conduzido à delegacia, foi necessário o uso de um caminhão, uma picape e dois veículos menores

Dois homens foram presos na noite desta quarta-feira (19) após ousadas ações criminosas em sítios da Zona Norte de Juiz de Fora. Os suspeitos foram localizados no antigo Clube Thermas, na Estrada Elias Jose Mockdeci, no Náutico, onde eram guardados os diversos produtos furtados. As instalações abandonadas também seriam o local onde viviam os assaltantes. Conforme informações do sargento da PM Luiz José Bento Filho, que participou da operação da noite desta quarta, as prisões aconteceram após registro de dois furtos, realizados em um sítio em Penido, na última terça-feira e na sexta da semana passada. De lá, foram levados até mesmo bezerros criados na propriedade.

“A gente estava trabalhando há cerca de dois meses para chegar aos autores dos crimes. Com este furto em Penido, intensificamos o rastreamento e chegamos ao local onde os objetos furtados eram guardados”, explica. “Os homens cometiam os furtos, escondiam os materiais no Thermas e, em seguida, receptadores iam até lá negociar os objetos a troco de drogas”, aponta o militar. Ainda conforme ele, outros três foragidos, um já identificado, seguem sendo procurados pela polícia.

Conforme o boletim de ocorrência, cerca de 30 galinhas e dois garrotes foram encontrados circulando pelo quintal no momento da chegada dos militares da Patrulha Rural e da equipe de Grupo Especializado de Policiamento em Áreas de Risco (GEPAR). O proprietário de um imóvel assaltado esteve no local e reconheceu os animais. Até mesmo uma geladeira, ainda com vários alimentos comprados pelo morador de um dos sítios furtados, foi encontrada pelos policiais.

Durante varredura pelos antigos vestiários do clube, também foram encontradas duas televisões, um micro system, um aparelho de som automotivo, uma lavadora de alta pressão, um aspirador de pó, dois botijões de gás, além de equipamentos de pesca, serralheria e itens de cozinha. “Somente os equipamentos de serralheria custavam entre R$ 25 e R$ 30 mil”, avalia o sargento Bento.

Para que todo o material fosse conduzido à delegacia, foi necessário o uso de um caminhão, uma picape e dois veículos menores. Dois aparelhos celulares deixados no local serão usados nas investigações para localização dos foragidos. Todos os itens foram levados para a Delegacia Regional de Santa Terezinha, de onde deverão voltar para seus proprietários.

 

Publicidade

Top