JF. domingo 30 abr 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
19 de abril de 2017 - 09:59

Sindicato dos Bancários vota por paralisação no dia 28

Por Tribuna

*Atualizada às 18h51

Foi aprovada por unanimidade uma paralisação dos bancários no próximo dia 28 de abril, quando diversas categorias prometem cruzar os braços em protesto contra as reformas trabalhistas em votação em Brasília. Com isso, a estimativa é de que grande parte das agências juiz-foranas não abram neste dia. Conforme o presidente do Sindicato dos Bancários da Zona da Mata, Watoíra Antônio de Oliveira, algumas unidades, no entanto, deverão funcionar para atendimentos de emergência. “Não será uma greve salarial, mas sim política, para demonstrar a nossa insatisfação com essas reformas”, explica. A expectativa é de que a categoria se reúna na Praça da Estação, no dia 28, a partir das 10h.

Nesta quinta-feira (20), o Sindicato dos Professores de Juiz de Fora (SinproJF), realiza duas assembleias com professores da rede privada. A primeira está marcada para as 10h30, a segunda, às 17h. Ambas serão realizadas no Hotel Ritz. “Nossa pauta, será para informar sobre a convenção coletiva de trabalho e aprovar a greve do dia 28, contras as reformas da previdência, trabalhista e tercerização”, ressaltou a coordenadora geral do sindicado, Cida Oliveira.

No último dia 14, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) já havia deliberado sobre a aprovação para paralisação dia 28. De acordo com o diretor do sindicato, Givanildo Guimarães Reis, além das pautas nacionais, o categoria irá lutar por melhores condições salariais junto ao Governo do estado.

Publicidade


3 comentários

  1. Alain disse:

    Amigo, não somos vagabundos, a paralisação é lícita prevista na constituição, não vejo peleguice nisso. O alto lucro dos bancos e cobrança por metas abusivas nem vão ser tanto o foco e sim , lutar por um direito pra vc trabalhador.por isso, reveja seus conceitos!!!

  2. antonio disse:

    eles param por qualquer coisa, essa paralisação não vai da em nada,pra fazer alguma coisa tem que parar e o pais todo para impedir as pessoas de trabalharem e não passeata, basta os caminhoneiros pararem quero ver chegar alimentação em algum lugar, para meia duzia não resolve,o onibus urbanos nem deveria sair de suas garagens.

  3. Rafael disse:

    Bando de vagabundos! Por coincidência marcaram no dia 28, sendo que teremos um feriado no dia 01/05 (segunda-feira). Sou a favor da demissão de vagabundos, de pelegos e fim de sindicatos que em nada representam as classes e sim só servem para que sua diretoria se enriqueça.

*

Restam 500 digitos

 

Top