Publicidade

05 de Dezembro de 2013 - 07:00

Compartilhar
 

LADO CHIQUE

Dira Paes é bastante lembrada por personagens populares, como a destrambelhada Solineuza, de "A diarista''. No entanto, roupas elegantes e gestos delicados farão parte do universo de seu novo trabalho na minissérie "Amores roubados", em que vive a sedutora Celeste. Na história, que estreia no dia 6 de janeiro, Dira vive uma mulher atraente casada com Cavalcanti, interpretado por Osmar Prado, um dos maiores exportadores de frutas do sertão. Apesar de amar o marido, irá se aventurar em um romance proibido e perigoso com o "sommelier" Leandro, papel de Cauã Reymond. Porém, Dira minimiza o fato de encarnar um tipo mais elegante na TV. "Não vejo esse trabalho por esse viés. Não é meu primeiro trabalho como mulher rica. Prefiro me apegar às diferentes relações que a personagem constrói ao longo da história'', argumenta. Há cinco meses envolvida nas preparações para a série dirigida por José Luiz Villamarim, a atriz, que tem uma carreira bastante pautada no cinema, ressalta a importância de misturar profissionais da TV e do teatro na produção. "Todo mundo aqui teve muito para acrescentar na série. É a chance de o público conhecer atores premiados no cinema e no teatro", valoriza.


BANCO DA ESCOLA

Aos poucos, Carlos Lombardi vai inserindo mais elementos históricos em "Pecado mortal". A partir dos próximos capítulos, o autor começará a apresentar o início do tráfico no Rio de Janeiro. Atualmente, Lombardi mostra o desenvolvimento do jogo do bicho na cidade. Segundo o autor, as cenas serão extremamente didáticas para que o público compreenda as diferenças entre bicheiros e traficantes.


GENTE QUE CHEGA

O elenco de "Chiquititas" irá ganhar um reforço. A partir do capítulo da próxima sexta, dia 6, entrará na trama de Iris Abravanel o Dr. Fernando, interpretado por Paulo Leal. O personagem será um médico voluntário para animar crianças em fase de tratamento de câncer. Ao conhecer Carol, papel de Manuela do Monte, Fernando irá se encantar pela moça e despertará o ciúme de Júnior, vivido por Guilherme Boury.


FOI BEM

A desenvoltura de Kiko Mascarenhas, o Tavares de "Tapas & beijos" e integrante do elenco de "Junto & misturado". O ator, que está no ar em duas produções, mostra variedades no vídeo sem se tornar repetitivo.


FOI MAL

Para toda a divulgação e estardalhaço que a Globo fez para anunciar a transmissão de seus jornais em HD. Com direito a matéria de 5 minutos no ''Jornal Nacional'', a emissora fez parecer que era algo inédito na TV. No entanto, outros canais já disponibilizam essa tecnologia há um longo período.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?