Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 07:00

Compartilhar
 

VIRADA DE MESA

O prolongamento de "Amor à vida" fez com que Walcyr Carrasco criasse novas tramas dentro do folhetim. Este foi o caso de Raquel Villar, que vive a enfermeira Inaiá. A personagem ganhou maior repercussão na história ao descobrir que tinha Aids. "As pessoas falam muito mais nas ruas sobre meu papel. É engraçado que muitos perguntam se eu estou realmente bem", afirma ela, que foi pega de surpresa com a virada nos rumos de Inaiá. "Fiquei muito feliz e ansiosa. É um assunto muito delicado e importante. Acho interessante a abordagem desse tema", completa. Apesar do pouco tempo que teve entre receber a notícia e começar as gravações, Raquel iniciou um intenso trabalho de estudo e preparação para o papel. "Li muitos livros sobre o assunto e vi filmes. Mas conversei com pessoas soropositivas também e fiquei bem íntima delas. Na verdade, é um estudo contínuo", explica. Para a atriz, a abordagem da temática é importante para desmitificar um assunto tratado como tabu pela sociedade. "É importante passar a informação correta. Muita gente tira opiniões erradas por conta de crenças e fantasias populares. Aids não pode ser algo polêmico", argumenta.


GARGALHADA FEMININA

A comédia vem cada vez mais tendo espaço na televisão. Por isso, é comum que diversos programas de tevê invistam nesse filão. De olho nessa possibilidade, a humorista Sil Esteves viu na chance de integrar o elenco do quadro "Aqui Vale Tudo", do "Domingão do Faustão", uma forma de levar para a frente das câmaras técnicas de improviso que fazia no teatro há anos. "O humor sofreu muito preconceito por muito tempo e a comédia nunca foi colocada em primeiro plano. Hoje, isso mudou. O humor é responsável por uma grande fatia das artes cênicas e da TV", argumenta. A presença da figuras femininas em projetos de humor é cada vez mais frequente na TV. Sil se junta ao grupo de comediantes que se tornaram responsáveis por uma comédia sem apelo corporal. "Quando a atriz também é autora de seus textos, ela dá uma ênfase maior no texto, criando piadas inteligentes e que não têm o apelo ao corpo, que é o tipo de trabalho que faço", explica.


INÍCIO

Começaram as gravações de parte do elenco da terceira fase de ''Em família", próxima novela das nove. Giovanna Antonelli,Vanessa Gerbelli, Natália do Valle e Leonardo Medeiros realizaram suas primeiras cenas em estúdio sob o comando de Jayme Monjardim, diretor de núcleo, no Projac, complexo de estúdios da Globo, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os trabalhos foram supervisionados de perto pelo autor Manoel Carlos. O folhetim tem estreia prevista para o dia 3 de fevereiro.


MUDANÇAS

Um dos principais acertos da grade da Band, "A liga" não entrará de férias durante a programação de verão da emissora. No entanto, o programa ganha novo dia e passa a ser exibido nas noites de quinta, às 23h30. Na primeira edição de 2014, a produção mostra a intimidade de personagens paulistanos que não passam despercebidos, têm orgulho de ser bem diferentes do comum e não têm medo de se mostrar como são. A equipe acompanha a rotina do ''bon vivant'' Chiquinho Scarpa, do dono da boate Oscar Maroni, do economista pichador Carlos Adão, da dona de loja Sylvia Design e da transformista Nany People.


CLIMA DESÉRTICO

O elenco de "Joia rara" tem sofrido com o forte calor dos últimos dias no Rio de Janeiro. Os trabalhos realizados na cidade cenográfica têm sido sob temperaturas superiores aos 40°C. Por conta do figurino de época, as gravações se tornam mais difíceis.


FORA DA ORDEM

A rotina de gravações de "Além do horizonte" tem se tornado uma caixinha de surpresas para o elenco. Por conta dos constantes adendos no roteiro, o cronograma de trabalho tem sido alterado constantemente. Há casos de dispensa do elenco por parte do diretor por não saber o que fazer com o grande volume de alterações no roteiro. Com baixos índices de audiência, o folhetim de Carlos Gregório e Marcos Bernstein deve ser encurtado.


RÁPIDAS

Hoje, o "Conexão repórter" mostra a realidade de mães que acorrentam seus filhos para afastá-los das drogas.

Nesta quinta, a Band estreia a terceira temporada de "The Walking dead".

Amanhã, a Record exibe o episódio "Os fins justificam os meios", da oitava temporada de "CSI: NY".


FOI BEM

A valorização do cinema brasileiro através da exibição do "Festival nacional" pela Globo. A emissora promove uma série de filmes nacionais, aumentando o alcance dessas obras.


FOI MAL

As situações inverossímeis de "Malhação". Em pleno século XXI, fica difícil acreditar em um casal de namorados de 18 anos e de classe média que deseje se casar tão rapidamente. Sem nem ter concluído o ensino médio.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor de fechamento de pista em trecho da Avenida Rio Branco para ciclovia nos fins de semana?