Publicidade

15 de Janeiro de 2014 - 07:00

Compartilhar
 

NOVO TEMPO

É comum que diversos atores sejam rotulados na TV. Não é à toa que os traços finos de Sophie Charlotte sempre a levaram ao óbvio papel das mocinhas ou personagens mais delicadas. Por isso, a atriz vê na ex-prostituta Teresa, da minissérie "Serra Pelada'', uma chance de mostrar uma versatilidade maior na televisão. "Fui conduzida com muito afeto por todos da equipe, e, para mim, foi revelador descobrir essa garra e acertar um desvio de caráter", afirma. A produção, que é uma adaptação para a TV do longa dirigido por Heitor Dhalia, conta a história que marcou o povo brasileiro na década de 1980: a febre do ouro em Serra Pelada, interior do Pará, através dos personagens Juliano e Joaquim, interpretados por Juliano Cazarré e Julio Andrade, respectivamente. Durante a trama, Juliano se apaixona por Teresa, mas terá de enfrentar o ex-marido da ex-prostituta, Carvalho, vivido por Matheus Nachtergaele. A série contará com diversas cenas de quase nudez de Sophie. No entanto, a atriz não teve pudores com as sequências mais sensuais. "Não houve constrangimento no processo de criação desse trabalho. Fiz sem julgar a personagem e os desvios de caráter dela. Uma alegria participar desse filme", ressalta. A minissérie contará com quatro capítulos a partir do próximo dia 21.


CARAS INÉDITAS

Assim como a Globo, a Record também pretende investir em protagonistas novatos em suas novelas. Em fase de pré-produção, "Vitória", trama substituta de ''Pecado mortal", contará com uma atriz desconhecida do público para um dos papéis centrais do folhetim. Escrita por Cristiane Fridman, a novela tem previsão de estreia para maio.


NOMES DE PESO

O intenso investimento em produções nacionais por parte dos canais a cabo está chamando a atenção de muitos atores. Com boa parte das carreiras destinadas às novelas, Letícia Sabatella e Camila Pitanga farão parte da terceira temporada de ''Sessão de terapia'', no GNT. A nova leva de episódios terá o roteiro totalmente original. A série será produzida pela Moonshoot Pictures e dirigida por Selton Mello. A produção tem estreia prevista para o segundo semestre deste ano.


BOSSA NOVA

Ana Carolina será a responsável pela música de abertura de "Em família", próxima novela das nove. A cantora irá interpretar uma nova versão de "Eu sei que vou te amar", de Vinícius de Moraes e Tom Jobim. O folhetim, que tem assinatura de Manoel Carlos, tem estreia prevista para o dia 3 de fevereiro.


TERCEIRA IDADE

A Globo pretende estrear a série "Os experientes" com sua nova programação em abril. A história, que contará com quatro episódios, gira em torno de personagens mais velhos, interpretados por Lima Duarte, Juca de Oliveira, Karin Rodrigues e Othon Bastos. O roteiro é de Márcio Alemão Delgado e a direção, de Quico Meirelles, Fernando Meirelles e Gisele Barroco. A série é uma parceria entre a Globo e a produtora O2.


BÍBLIA NA MÃO

As tramas bíblicas se tornaram o principal "filão" da Record. Por isso a emissora já começou a definir os primeiros detalhes da minissérie ''Moisés e os dez mandamentos", com estreia prevista para 2015. Escrita por Vívian de Oliveira, a produção contará com a direção de Edson Spinello. Ele também foi responsável pelos trabalhos de "Rei Davi", que contou com a assinatura da autora.


RÁPIDAS

# Hoje, o "Gabi quase proibida'' reprisa a entrevista com Ney Matogrosso.

# Nesta quarta, a Record exibe o episódio "Ressurreição", da primeira temporada de "Breaking bad".

# A personagem Valdirene, intepretada por Tatá Werneck, entra, hoje, no "Big Brother Brasil''.

# A Band exibe, nesta quarta, o segundo episódio da série ''Filhos da anarquia".


FOI BEM

O desempenho de Luana Martau, a Creotina em "Joia rara". Apesar do pouco espaço, a atriz consegue destaque e mostra empatia nas cenas em que aparece.


FOI MAL

A interpretação tosca de Rodrigo Andrade, o Daniel em "Amor à vida", ao saber da morte da irmã Leila, papel de Fernanda Machado. O ator encarnou uma criança para retratar o choque com a notícia e não um adulto transtornado.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?