Publicidade

08 de Março de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

SENHOR DO TEMPO

REYNALDO GIANECCHINI não esconde a sensação de nostalgia ao falar de seu trabalho na novela de Manoel Carlos, "Em família", onde vive o amante da culinária Cadu. O autor foi responsável pela estreia do ator na TV como o protagonista Edu de "Laços de família", em 2000. Após 14 anos, dez novelas e três participações especiais, Reynaldo em nada lembra o profissional tímido e pouco experiente diante das câmaras. "O Maneco abriu portas na minha carreira. Foi a partir do trabalho dele que eu ganhei visibilidade na TV. Ele é o meu padrinho artístico na profissão e teve muita confiança em mim para me dar um papel tão importante sendo tão inexperiente", afirma. Na história, o personagem de Reynaldo vive um triângulo amoroso com a esposa Clara, interpretada por Giovanna Antonelli, e a fotógrafa Marina, de Tainá Müller, que apresenta interesse na dona de casa. "É uma boa discussão amorosa. Ficar dividido entre dois amores é sempre muito complicado", explica. Além disso, Cadu terá um relacionamento com Sílvia, de Bianca Rinaldi. "Ele vai encontrar um novo amor também. As novelas do Maneco são como a vida. Tudo pode acontecer", completa. Desde 2000 na Globo, o ator encara seu atual papel como um dos mais leves e tranquilos de sua trajetória. Após cinco protagonistas, Reynaldo comemora o fato de não estar envolvido na trama central. "Não é o mocinho. Não tem a responsabilidade de levar a novela nas costas. É um cara feliz dentro da maneira dele", ressalta.


SUBSTITUIÇÃO

A série "Conselho Tutelar" precisou passar por mudanças em seu elenco. Paulo Figueiredo precisou deixar a produção por conta de problemas de saúde. Para seu lugar, foi escalado Paulo Gorgulho, que viverá um juiz . Com as gravações iniciadas, a série conta com direção geral de Rudi Lagemann e tem estreia prevista para o primeiro semestre de 2014.

Solução

Aguinaldo Silva precisou mudar a sinopse de seu protagonista da próxima novela das nove, "Falso brilhante". Na história original, o personagem iria enriquecer durante o período da corrida do ouro de 1980, em Serra Pelada, no Pará. No entanto, por conta da minissérie "Serra Pelada - a saga do ouro", exibida no início do ano, o autor alterou a trama para não soar repetitivo. Agora, José Alfredo, interpretado por Alexendre Nero, enriquecerá com diamantes na África do Sul. O folhetim tem estreia prevista para o segundo semestre no lugar de "Em família".


PRESENÇAS ILUSTRES

Em sua última temporada, "A grande família" irá apostar em diversas participações especiais ao longo do ano. Grazi Massafera é um dos nomes confirmados no seriado da Globo. A atriz será a mãe biológica de Lineuzinho, bebê adotado por Nenê e Lineu, interpretados por Marieta Severo e Marco Nanini. A 14ª temporada tem estreia prevista para abril.


IDENTIDADE

Sabrina Sato já tem data definida para voltar ao ar. Nova contratada da Record, a apresentadora irá estrear seu programa no dia 5 de abril, às 20h30. Agora, após o feriado de carnaval, a japonesa irá intensificar os trabalhos de sua nova produção, ainda sem título definido. Sabrina permaneceu por dez anos como integrante da turma do "Pânico" antes de assinar com a nova emissora.


PONTO DE EQUILÍBRIO

"Cria" do cinema independente, Nanda Costa busca aliar a visibilidade da TV ao prestígio de produções mais artísticas. De folga da televisão desde o fim de "Salve Jorge", a atriz foi convidada pelo diretor José Alvarenga Jr. para participar da série policial "O caçador", onde dará vida a Marinalva. A produção conta com uma estética mais rebuscada, muito semelhante à utilizada na sétima arte. "A técnica de cinema é peculiar e me atrai muito como atriz. O 'tempo cinematográfico' faz toda a diferença", explica ela, que reencontra Heitor Dhalia, que divide os trabalhos com Alvarenga. "Adoro o modo de produção do Heitor. Ele é muito detalhista e cuidadoso. Vai trazer ares de cinema para o estúdio. Vou ser dirigida pessoalmente por ele em algumas cenas", vibra. Na história, Nanda vive uma ex-prostituta, que virou religiosa e é testemunha do crime pelo qual o policial interpretado por Cauã Reymond será acusado. "Ela tem um passado obscuro e a chave de muita coisa nessa louca história", adianta. Para encarnar a personagem, a atriz estuda o texto de uma psicóloga e pegou algumas referências cinematográficas. "Estou decupando o texto profundamente", ressalta. Fora a série, Nanda já tem boa parte de sua agenda profissional definida. Ela está confirmada na próxima novela das nove, "Falso brilhante", escrita por Aguinaldo Silva, e pretende filmar o longa "Língua seca" ainda este ano.


RÁPIDAS

# Hoje, Juliana Paiva conversa com Angélica no "Estrelas".

# Neste domingo, o "Esporte espetacular" traz a primeira edição internacional do "Nas ondas da Costa Rica", com Flávio Canto e Paulinho Vilhena.

# O cantor sertanejo Gusttavo Lima é o entrevistado do "De frente com Gabi" deste domingo.


FOI BEM

O desempenho de Betty Gofman, a Miss Lauren de "Em família". Mesmo sem gritar ou transparecer raiva, a atriz passa veracidade através da frieza da personagem nas sequências em que maltrata os idosos do fictício asilo da novela de Manoel Carlos.


FOI MAL

A volta de Ana Furtado e Dan Stulbach ao "Encontro com Fátima Bernardes". Os dois não têm entrosamento e são totalmente artificiais no vídeo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você leva em consideração a escolaridade do candidato na hora de votar?