Publicidade

21 de Março de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

MUDANÇA DE HÁBITO

Personagens sensuais sempre fizeram parte da carreira de DANIELLE WINITS. No entanto, aos 21 anos de profissão, a atriz tem buscado papéis mais densos e com maiores conflitos internos. Como foi o caso da dúbia Amarylis de "Amor à vida" e, agora, a transexual Gilda, da segunda temporada de "As canalhas", que tem estreia prevista para abril. Na história, sua personagem sofria "bullying" da turma do colégio durante a adolescência. Ao voltar para sua cidade natal, Gilda acaba reencontrando um amor da adolescência, de quem era vítima. "É um papel totalmente diferente de tudo o que já fiz. Sou muito fã do programa e desse formato", explica a atriz, que foi convidada para a série através do diretor Johnny Araújo. Recém-saída do último folhetim das nove da Globo, Danielle se revela atraída pelo processo mais artesanal das obras fechadas. "São projetos com cuidados especiais. Tenho acompanhado isso na TV aberta também. Na Globo, há várias produções mais curtas e de alto nível e não devem em nada ao padrão internacional", valoriza. Além da série, a atriz também se prepara para estrear como protagonista na peça "O cachorro sorridente", do escritor americano Douglas Carter Beane e com tradução de Miguel Falabella e Artur Xexéo. "É uma comédia bem ácida, e interpreto uma agente de atores", afirma.


NA BATALHA

GISELE FRÓES começou a gravar suas primeiras cenas da próxima novela das sete, "Geração Brasil". Na história de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, ela será Rita, uma mulher alto astral, batalhadora e solidária. É casada com Dante, papel de Nando Cunha, mãe de Matias, de Max Lima, e adota Davi, interpretado por Humberto Carrão, ainda criança. Junto com Herval, vivido por Ricardo Tozzi, dono da ONG Plugar, apresentam Davi pela primeira vez a um computador e descobrem o potencial do menino com a tecnologia. Rita nutre um amor pela família sem igual, mas se preocupa com o filho Mathias, que não tem interesse pelos estudos ou por trabalho. O folhetim tem estreia prevista para maio.


POLÍCIA E LADRÃO

A Globo pretende voltar a investir nas séries policiais. Depois de "A teia", a emissora exibe, a partir do dia 11 de abril, "O caçador". A trama, que conta com redação final de Marçal Aquino e Fernando Bonassi, é protagonizada por Cauã Reymond, que vive André, um ex-policial e caçador de recompensas que busca provar sua inocência. "Não é apenas um policial. É um seriado intenso e, a cada semana, temos um novo caso, uma nova aventura. São personagens que cometeram erros que não têm volta. No fundo, todos são caçadores de si mesmos", definiu o diretor José Alvarenga.


TEMPO REAL

Enquanto não começam os trabalhos para a próxima temporada do "Amor & sexo", Fernanda Lima irá se dedicar ao "Superstar", novo "reality show" musical da Globo. Ao lado de André Marques, ela irá comandar uma disputa entre bandas nas noites de domingo. Diferentemente do "The voice Brasil", a produção será apresentada ao vivo do começo ao fim. Grupos musicais de todo o Brasil se apresentarão para jurados e o grande público decidir se eles devem continuar na disputa pelo prêmio de R$ 500 mil e um contrato com uma gravadora.


DE OLHO NA URNA

A Record já começou a definir o seu cronograma para a cobertura das eleições de 2014. A emissora irá exibir os debates presidenciais do primeiro turno no dia 28 de setembro e os do segundo turno no dia 19 de outubro. Já os debates do primeiro turno com os concorrentes aos governos estaduais vão ao ar no dia 26 de setembro. Os do segundo turno, no dia 17 de outubro. Além disso, o canal também convidará os candidatos à presidência para entrevistas individuais, de seis a oito minutos, na bancada do "Jornal da Record", entre os dias 15 e 25 de setembro.


MENTES QUE BRILHAM

Roberto Justus se mostra plenamente satisfeito com a escolha de seu elenco para o "Aprendiz celebridades". Apesar de contar com nomes poucos conhecidos do público ou que fizeram sucesso há bastante tempo, o empresário afirmou que focou na capacidade intelectual dos participantes. "Não queremos pessoas extremamente famosas. É uma exposição intelectual. Não são provas de força ou resistência como em 'A fazenda"', defende. O programa tem estreia prevista para abril e conta com nomes como Andréa Nóbrega, Mônica Carvalho, Beth Szafir, Nahim e Kid Vinil.


RÁPIDAS

# Nesta sexta, a Record exibe o episódio "O doutor", da segunda temporada de "Era uma vez".

# Hoje, no "Dia dia", Daniel Bork recebe a visita da chefe de cozinha Daniela França Pinto.

# A Globo exibe, nesta sexta, o filme "Pai por acaso", na "Sessão da tarde".

# Amanhã, o programa "Raul Gil" estreia o quadro "Elas querem saber".


FOI BEM

O desempenho de Mariana Lima, a Suzana de "Doce de mãe". Pouco conhecida na TV, a atriz é uma boa renovação no elenco repetitivo da Globo.


FOI MAL

Os dramas adolescentes da trama de Helena, interpretada por Julia Lemmertz em "Em família". A atriz interpreta uma personagem de 40 anos. Por isso mesmo, não há mais espaço para inseguranças e ciúmes infantis na história de uma mulher madura e vivida.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?