Publicidade

10 de Junho de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

LÁ E CÁ

A oportunidade de participar de "Saramandaia" só intensificou a ponte aérea entre Los Angeles, nos Estados Unidos, e Rio de Janeiro para Fernando Belo. Após interpretar o prefeito Lua Vianna no remake de Ricardo Linhares, o ator foi convidado pelo produtor de elenco Luciano Rabello para uma rápida participação em ''Boogie Oogie", próxima novela das seis. "Continuo focado na minha companhia de teatro que fundei lá, a The Moving Art Collective. Mas nada me impede de dar esses pulos aqui no Brasil a trabalho. Quanto mais eu puder ficar viajando e trabalhando no mundo inteiro, melhor", torce. Na história de Rui Vilhena, Fernando interpreta Alex, noivo de Sandra, papel de Isis Valverde. Logo no primeiro capítulo, o personagem presencia um acidente envolvendo o protagonista Rafael, vivido por Marco Pigossi. "Ele não pensa duas vezes e resolve ajudar. O que acontece afeta o resto da novela para todos os personagens envolvidos", despista, em tom de mistério. Apesar da curta participação, o ator não abriu mão do processo de preparação de seu personagem. Natural de São Paulo, Fernando decidiu conhecer mais sobre a cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, onde se passa boa parte do folhetim. "Dei umas exploradas nas ruas, bairros e paisagens. É bom para criar o mundo do personagem. Também conversei com meu pai e colhi várias histórias sobre a década de 1970", afirma ele, referindo-se ao período em que se passa a história.


EM DESENVOLVIMENTO

Alice Mendes não esconde a empolgação ao falar de seu trabalho como a atirada Drica da atual temporada de "Malhação". Ao longo dos capítulos da novela de Ana Maria e Patrícia Moretzsohn, a personagem da atriz foi crescendo e ganhando trama própria dentro do folhetim. Na história, Drica é uma jovem espevitada que gosta de provocar bullying em outros colegas. "Foi uma experiência incrível. Não tinha praticamente nenhum contato com televisão. Sempre fiz mais teatro. Foi bom ver a personagem ganhando forma aos poucos", vibra. Com o fim da novela infantojuvenil, Alice pretende voltar a se dedicar à faculdade de Direto, que cursa na Universidade Federal do Rio de Janeiro. "Quero ser atriz e advogada. Direito é uma coisa de família. Vou investir nas duas", afirma.


JUNÇÃO

Paulo Gustavo tornou-se um dos principais nomes de humor do Multishow. Com programas como "220 voltz" e "Paulo Gustavo na estrada", o comediante se prepara para estrear a segunda temporada do bem-sucedido "Vai que cola". Nome principal da produção, o ator levará alguns de seus personagens do "220 voltz" para o humorístico, como a divertida Senhora dos Absurdo. O ''Vai que cola", que tem estreia prevista para setembro, também contará com nomes como Tatá Werneck e Marcelo Médici.


FOI BEM

A nova temporada de "Tapas & beijos". Desde 2011 no ar, o seriado conseguiu manter o gás e se renovou ao longo dos anos. A entrada de novos personagens movimentou a história das duas amigas interpretadas por Fernanda Torres e Andréa Beltrão.


FOI MAL

A exibição excessiva dos longas da saga ''Harry Potter" nos canais de filme da televisão fechada. Todos os dias, a história do pequeno bruxo é exaustivamente apresentada. É hora de investir em novos blockbusters e prezar pela diversidade da TV a cabo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você confia nas pesquisas eleitorais?