Publicidade

09 de Julho de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

A OUTRA FACE

Aos 35 anos de carreira na televisão, José Mayer ainda se depara com novas experiências em sua trajetória. Acostumado ao posto de galã e garanhão nas novelas, o ator dará vida ao homossexual Cláudio Bolgari, de ''Império", próxima trama das nove. Na história de Aguinaldo Silva, o personagem é um famoso cerimonialista que vive um casamento de fachada com Beatriz, papel de Suzy Rego. Além disso, ele terá um relacionamento escondido com Leonardo, de Klebber Toledo. "Só esse fato do elemento surpresa já torna esse trabalho incrível. É um novo olhar do público", explica o ator, que acredita que seu trabalho em ''Fina estampa" já tenha apresentado uma nova faceta sua ao telespectador. "Já tinha uma quebra de paradigma", completa. Nos últimos tempos, a temática gay tem dominado as novelas. No entanto, José Mayer acredita que a abordagem do autor será totalmente diferente. "Vamos retratar de uma forma que as telenovelas não costumam fazer. Estou muito empolgado, e vai ser um trabalho muito interessante. Com o Aguinaldo, estou acostumado a fazer sempre sucesso", valoriza.


ESPELHO

A Globo começou a divulgar as primeiras chamadas de "Boogie Ooogie", próxima novela das seis. O teaser de 30 segundos do folhetim escrito por Rui Vilhena remete à época disco da década de 1970. Inclusive, o vídeo usa como trilha a música "Got be real", de Cheryl Lynn. Coincidentemente, "Pecado mortal", primeira trama de Carlos Lombardi na Record, também se passava na década de 1970 e tinha uma discoteca como um dos cenários principais. Ambas as novelas utilizam a mesma trilha sonora. "Boogie Oogie" tem estreia prevista para agosto.


MUNDO SOMBRIO

O elenco de "Dupla identidade" está mergulhado no universo dos serial killers. Os atores tiveram uma palestra com as peritas do caso Isabella Nardoni para se ambientar com a temática. A série escrita por Gloria Perez irá abordar a mente de um serial killer, interpretado por Bruno Gagliasso, e como eles passam despercebidos pela sociedade.


PARA CHAMAR DE SEU

Aos poucos, a simpatia de Sandra Annenberg vai conquistando espaço na Globo. A apresentadora do "Jornal Hoje'' irá ganhar um novo programa aos sábados. A jornalista terá uma produção que substituirá o "Globo cidadania", onde são exibidos o "Globo ciência", "Globo ecologia" e "Globo universidade". O programa ganhou o nome de "Como será?" e terá um caráter menos educacional. A produção tem estreia prevista para 9 de agosto.


NOS MÍNIMOS DETALHES

A produção de ''O rebu" prezou pelo preciosismo para montar a festa de gala de Angela Mahler, interpretada por Patrícia Pillar. Todos os figurantes e elenco de apoio do folhetim de George Moura receberam treinamento de uma empresa especializada em serviço de excelência em arrumação. A equipe liderada pelo diretor de núcleo José Luiz Villamarim aprendeu não só as posições corretas dos talheres e copos, mas a medida milimétrica que deve existir entre eles e até mesmo como dobrar o jornal para ser oferecido na bandeja do café da manhã.


MAIS UMA VEZ

A Globo definiu a data de estreia de "Cobras & lagartos", no "Vale a pena ver de novo". Durante uma semana, de 28 de julho a 1º de agosto, a novela escrita por João Emanuel Carneiro será exibida logo após os capítulos finais de ''Caras e bocas'', atualmente no ar. A ''Sessão da tarde'' será exibida normalmente nessa semana. A partir da segunda, dia 4 de agosto, ''Cobras & lagartos'' passa a ocupar integralmente o horário.


RÁPIDAS

# O "Conexão repórter" leva ao ar, hoje, a segunda parte da investigação sobre abuso de menores.

# A Record exibe, nesta quarta, o segundo episódio da minissérie "José do Egito" no lugar de "Milagres de Jesus''.

# Amanhã, Daniela Albuquerque comanda mais uma blitz de moda no "Sob medida".


FOI BEM

Para a terceira temporada de ''Pé na cova". Com humor ácido, a série soube manter o fôlego e conseguiu driblar a ausência de Marília Pêra durante boa parte da produção.


FOI MAL

A série "Roommates, colegas de apartamento", do "The noite". É incompreensível o propósito da produção no talk show. Com piadas sem graça, a série ainda é arrematada pelas fracas atuações de Alexandre Frota e Nadja Haddad.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está fazendo pesquisa de preços para controlar o orçamento?