Publicidade

22 de Abril de 2014 - 06:00

Compartilhar
 
Condenada por tráfico, Sandra pede ajuda  a um advogado para se livrar da cadeia
Condenada por tráfico, Sandra pede ajuda a um advogado para se livrar da cadeia

'Marcadas para morrer'

Acusada de um crime que não cometeu, Sandra Chase é aprisionada por um sistema corrupto, ao resolver tirar férias no Equador. Enquanto sua filha Tammi tenta conseguir apoio político em Washington D.C., a mulher condenada por tráfico de drogas faz escolhas desesperadas para sobreviver a essa grande provação. Numa corrida contra o tempo, Sandra tenta se desvencilhar de uma prática equatoriana na qual muitos são, injustamente, marcados para morrer, atrás das grades ou não. HBO Signature, 16h13

"Left to die: the Sandra and Tammi Chase story", EUA, 2012. Direção Leon Ichaso. Com Barbara Hershey, Rachael Leigh Cook e Nicholas Gonzalez. Drama, cor, 89 min.


DEU A LOUCA NA CHAPEUZINHO 2

Quando João e Maria desaparecem misteriosamente, Chapeuzinho Vermelho é chamada para ajudar na investigação. Muita confusão acontece quando ela se junta ao Lobo Mau, à Vovozinha e ao esquilo Ligeirinho para desvendar o mistério e salvar as crianças. A segunda produção da franquia de releitura dos clássicos infantis confirma o desejo por desarticular o que já é conhecido, gerando uma nova, engraçada e anárquica narrativa. Megapix, 14h50

"Hoodwinked too! Hood vs. Evil", EUA, 2011. Direção Mike Disa. Animação, cor, 90 min.


AMOR, FELICIDADE OU CASAMENTO

Ava é uma terapeuta de casais que parece ter um casamento perfeito e feliz. Ela vê seu conto de fadas ruir quando seus pais resolvem pedir o divórcio. Na tentativa de ajudar na reconciliação, ela passa a rever seus conceitos sobre o amor e sobre todas as coisas em que sempre acreditou. Telecine Touch, 14h55

"Love, wedding, marriage", EUA, 2011. Direção Dermot Mulroney. Com James Brolin, Kellan Lutz e Mandy Moore. Comédia, cor, 100 min.


MILIUS

O documentário conta a história do grande John Milius, o homem e cineasta, que dirigiu filmes como "Conan, o bárbaro" e "Amanhecer violento", e foi roteirista de outros filmes emblemáticos como "Dirty Harry" e "Apocalypse now". Max, 23h

"Milius", EUA, 2013. Direção Joey Figueroa e Zak Knutson. Documentário, cor, 103 min.


Teste de inteligência para celebridades

Na famosa bancada de "O aprendiz", Roberto Justus seleciona anônimos em busca de uma preciosa vaga no mercado. Após demitir toda a turma, o apresentador premia uma pessoa com uma oportunidade de trabalho capaz de pagar bem, oferecendo conforto e prestígio. A partir desta terça, o programa retorna à televisão com a mesma dinâmica, porém, todos já possuem suas profissões e buscam, apenas, o prêmio de R$ 1 milhão, valor muitas vezes já alcançado pelas celebridades que encontrarão Justus na sala de reunião. Participam da atração as atrizes Alexia Dechamps, Andréa de Nóbrega e Mônica Carvalho; a esportista Ana Moser; a socialista Beth Szafir; a jornalista Maria Cândida; a modelo Michele Birkheuer; a modelo Priscila Machado; os músicos Amon Lima, Kid Vinil, Nahim; os atores Christiano Cochrane, Nico Puig, Pedro Nercessian; e o DJ Raul Boesel. Record, 22h15


VEJO O MUNDO LÁ FORA

O programa sobre as relações entre pessoas de diferentes gerações e faixas etárias enfoca, no episódio de hoje, a vida de idosos em asilos e residenciais, o que eles pensam sobre o mundo, se optaram por morar nesses ambientes ou foram deixados por familiares, e as relações que estabelecem com seus pares, cuidadores e outras gerações. Sesc TV, 23h


PROVOCAÇÕES

Traçando um paralelo entre o imperialismo de ontem e de hoje com a tecnologia, o historiador Leandro Karnal conversa com Antônio Abujamra e comenta a utilização de drones pela polícia, relacionando o objeto tecnológico ao personagem bíblico Pôncio Pilatos, que lava as mãos dos agentes pelas mortes de cidadãos. TV Cultura, 23h30

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?