Publicidade

10 de Março de 2014 - 21:48

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmud Abbas, aceitaria uma presença limitada de Israel na Cisjordânia como parte de um eventual acordo de paz, desde que existisse um cronograma para uma retirada gradual.

Em uma entrevista transmitida durante uma conferência sobre segurança em Israel, Abbas indicou que Israel poderia sair da Cisjordânia ocupada ao longo de um período de até três anos.

Em diálogos anteriores, os palestinos rechaçavam uma exigência israelense de permanecer em partes da Cisjordânia por pelo menos uma década por "questões de segurança".

Abbas sugeriu ainda que os arranjos dessa presença israelense poderiam ser realizados por alguma entidade multilateral, e citou como exemplo a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, deve retornar dentro de algumas semanas ao Oriente Médio para propor as bases de um acordo definitivo de paz entre israelenses e palestinos. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?