Publicidade

04 de Dezembro de 2013 - 16:58

Por Ligia Formenti - Agencia Estado

Compartilhar
 

Ministério da Saúde, empresas aéreas, Secretaria de Aviação Civil (SAC) da Presidência da República e Força Aérea Brasileira (FAB) assinam nesta quarta-feira, 4, um acordo para facilitar o transporte de órgãos e tecidos usados em transplantes. A iniciativa tem como objetivo ampliar a oferta de voos e, com isso, reduzir o tempo entre a retirada dos órgãos do doador e o transplante no paciente receptor.

Com a assinatura, o governo quer ampliar em 10% o número de órgãos sólidos transportados. As empresas vão garantir vagas no avião tanto para equipes quanto para o material a ser transportado. Em casos de voos lotados, as companhias vão sugerir que passageiros voluntariamente cedam seu lugar e embarquem em outro avião. De acordo com o governo, participam da iniciativa as empresas TAM Linhas Aéreas, VRG Linhas Aéreas , Grupo Gol, Azul Linhas Aéreas Brasileiras, Oceanair Linhas Aéreas e Passaredo Transporte Aéreos.

Com a assinatura, um representante da Central Nacional de Transplantes (CNT), do Ministério da Saúde terá acesso a informações sobre voos e logísticas de transporte para poder escolher o melhor roteiro a ser percorrido. De acordo com o ministério, atualmente, vários Estados, principalmente da Região Norte, dependem da logística aérea para poder realizar transplantes.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?