Publicidade

11 de Março de 2014 - 00:44

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Vasco chegou à quarta vitória consecutiva no Campeonato Carioca na última quarta-feira, ao fazer 2 a 1 no Volta Redonda, de virada. Mesmo sem quatro titulares, a equipe mostrou poder de reação e manteve o embalo. Para o técnico Adilson Batista, no entanto, mais importante do que isso foi a "postura" apresentada pelos jogadores.

"Tenho que enaltecer a dedicação e o esforço pela sequência de jogos. Eu sei que pesou, mas conversamos e tivemos problemas. No geral é aceitável, o importante era vencer hoje e vamos enaltecer a postura que tivemos e a dedicação. Teve uma defesa importante do Martín Silva, mas antes tivemos o contra-ataque e poderíamos ter caprichado e feito o terceiro. Enfim, faz parte do jogo. Vamos mostrar o que precisamos corrigir", comentou.

Apesar da vitória, o torcedor vascaíno não perdoou um jogador. O volante Fellipe Bastos foi novamente perseguido e vaiado ao longo da partida, mesmo tendo participado do primeiro gol da equipe. Adilson admitiu preocupação com seu comandado e revelou que já conversou com ele.

"Já conversei com ele sobre isso. Não precisa mostrar e nem provar nada para mim. Principalmente para mim. Acompanhei o trabalho do Fellipe na Ponte Preta. Ele sabe jogar futebol. Tem é que fazer a bola andar, dar velocidade, simplificar às vezes. Temos conversado sobre isso", comentou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a proibição de trote nas ruas de JF, como prevê projeto aprovado na Câmara?