Publicidade

13 de Dezembro de 2013 - 12:23

Por Rene Moreira, especial para AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Guarda Civil Municipal de Araraquara, no interior de São Paulo, afastou 12 guardas suspeitos de usarem o sistema de monitoramento eletrônico para espiarem mulheres nas ruas. O objetivo das câmeras é vigiar áreas de grande movimentação de pessoas na cidade, ajudando na segurança da população. Mas um vídeo mostra os equipamentos sendo direcionados para decotes e partes íntimas de mulheres que transitam pelas vias e casais trocando carícias.

A denúncia foi apresentada à Câmara Municipal e encaminhada ao Ministério Público. O vídeo para comprovar a acusação foi exibido no Legislativo local e mostra momentos em que as câmeras deixam de cuidar da segurança da população e passam muitos minutos acompanhando os outros objetos de interesse dos guardas. Em um dos trechos, a câmera vigia uma área movimentada do centro, mas basta passar uma mulher de short e o foco passa a ser ela. Em outro ponto, os protagonistas foram dois adolescentes que namoravam no banco da praça. A câmera ficou por quase 30 minutos focando a troca de carinhos.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?