Publicidade

27 de Dezembro de 2013 - 19:46

Por Fernando Faro - Agencia Estado

Compartilhar
 

Se a prioridade do São Paulo era reforçar o ataque, por enquanto o clube segue o caminho inverso. Aloísio aceitou a proposta do Shandong Luneng, da China, e agora acerta os últimos detalhes para sacramentar a negociação.

Antes de aceitar a transferência o São Paulo manobrou e conseguirá lucrar mais. O clube comprou 30% dos direitos do jogador e ficou com 50% do total - o restante pertence a seus empresários. Com isso, o time deve ter uma injeção de caixa de quase R$ 8 milhões com a negociação (sem descontar o valor da compra dos direitos).

Aloísio ganhará cerca de R$ 350 mil mensais livres na China, cerca de quatro vezes o que recebe atualmente no São Paulo, e terá como companheiros Vagner Love e Cuca, contratado para comandar o time.

Apesar de se tratar de uma proposta extremamente vantajosa financeiramente, Aloísio não está totalmente feliz com a mudança. O jogador criou forte identificação com o São Paulo e virou xodó dos torcedores na única temporada que teve no Morumbi.

O estilo aguerrido e carismático o transformou em um dos nomes preferidos da torcida e não foram poucas as vezes que o assédio especialmente das crianças superava até mesmo o de Rogério Ceni na hora de entrar no campo com os mascotes. Aloísio espera ficar um ano e meio na China e posteriormente já planeja uma volta ao Brasil. De preferência ao São Paulo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?